Autor: super-admin

Tratamento de problemas sexuais e conclusão

O médico deve, talvez com uma abordagem pouco comum, aprender sobre a saúde sexual do paciente ou do casal de idosos, mesmo que não haja reclamações claramente expressas sobre o assunto.

Em seguida, deve fornecer informações tão exaustivas quanto possível sobre as alterações fisiológicas que ocorrem no início da senescência, para que o sujeito idoso não seja vítima dos preconceitos atuais e, para enfrentar a ligeira involução fisiológica (se não Não há condições causais clinicamente significativas) com serenidade e confiança.

90% de toda disfunção erétil em homens ou perda de libido em homens ou mulheres, estão freqüentemente relacionados à doença orgânica subjacente, medicação, tabagismo, abuso de substâncias, ao abuso de álcool.

As doens orgicas incluem diabetes, doen vascular, hiperlipidemia, hipertens, doen cardca, doen cardca coronia, enfarte do miocdio, doen renal, falha do fado e doen pulmonar obstrutiva crica.

Drogas que também podem produzir distúrbios sexuais, são especialmente anti-hipertensivos, diuréticos, anticonvulsivantes, AINEs, drogas psicotrópicas.

Os efeitos das drogas psicotrópicas sobre a função sexual são múltiplos: distúrbios da ereção e ejaculação nos homens, diminuição da libido em ambos os sexos. Esta incidência é freqüentemente subestimada pelo praticante, apesar das consideráveis ​​conseqüências na adesão terapêutica.

Leia mais sobre o estimulante sexual Macho Power.

Os neurolépticos são responsáveis ​​por 10 a 20% desses distúrbios, os antidepressivos ISRS na proporção de 10-30%, os tranquilizantes podem ter um efeito favorável ou adverso, dependendo do efeito.

Os antidepressivos que afetam menos a atividade sexual são: trazodona (Trittico ® ); A reboxetina (Edronax ® ); mirtazapina (Remeron ® ). A moclobemida (Aurorix ® ) pode ter um efeito estimulante.

Além das intervenções mais especializados, tais como a injeção intra cavernosa de substâncias ou a instalação de uma prótese peniana vasoactivos, o médico não pode ser surpreendido pela escassez da aplicação ou mesmo rejeição para a administração de sildenafil (Viagra ® ) , uma droga que não apresenta nenhuma contra-indicação específica no sujeito senescente além daquelas conhecidas no adulto.

conclusões

Os muitos tabus que ocultaram a sexualidade humana durante séculos quase desapareceram, deixando apenas o silêncio que ainda cobre o sexo da pessoa idosa.

Os anciãos persistem em acreditar que com a idade um se torna assexual, como os estereótipos sociais o farão.

Pelo contrário, sabemos que, fisiologicamente, um homem e uma mulher podem ter relações sexuais até uma idade muito avançada, desde que estejam em boa saúde e tenham o desejo de fazê-lo. Alguns componentes biológicos declinam com a idade, mas fundamentalmente os diferentes aspectos psíquicos e físicos do prazer e do desejo não mudam, podem permanecer intactos até o fim, muitas vezes melhorando.

As interferências podem se originar no caminho de cada envelhecimento, pois se a sexualidade continua sendo o suporte para cada indivíduo de sua própria identidade, a senescência pode ser sinônimo de perda de identidade, daí o refúgio no mundo. anonimato e doença. Se cada um de nós é “o autor de seu próprio envelhecimento”, fazemo-lo através da negociação com muitas facetas que são acompanhados pela deterioração orgânica e doença chamada “menor”, mas muitas vezes são amplificados e agravado pela solidão e privação emocional.

Se a gerontologia nos diz que o caminho do homem é um desenvolvimento interior, a reação sexual também mostra uma mudança durante o envelhecimento. Os fatores biológicos mostram um enfraquecimento insignificante na mulher, mas estão presentes especialmente no homem, em que facilmente a impotência amálgama psíquica com a impotência do corpo até se tornar inextricável.

A menos que em casa o conceito de ” performance ” ou ” tudo ou nada ” deixe espaço para um processo de adaptação à mudança. Suas reações sexuais se tornarão menos mecânicas e começarão a ficar mais imbuídas de afeto e afetividade.

Como profissionais, devemos insistir na existência de um corpo e vida erótica que continua em profundidade com indivíduos senescentes sem ser percebido e apropriada a surgir na superfície das nossas mentes e suas consciências.

Embora a frequência das relações sexuais podem diminuir ou que o número de pessoas com sexualidade ativa é reduzido com a idade, na clínica diária, descobrimos que muitos idosos ou muito velhos, têm um sexual ativa e satisfatória.

Sujeitos idosos podem ter as mesmas dificuldades sexuais que os mais jovens e não há limite para encontrar uma solução.

A idade em si não cria ou tem poucos problemas, mas em geral os problemas já presentes vão continuar ou crescer e se houver mudanças físicas e psicológicas, nada impede uma sexualidade adequada e ativa.

Impotência Masculina: Causas e Soluções

Impotência Masculina: Causas e Soluções

Um dos pontos importantes para a vida do homem é a sua sexualidade, e quando ele não consegue ter uma relação sexual ou quando não está satisfeito com seu desempenho na cama isso pode afetar toda a sua vida.

A autoestima fica abalada e o organismo pode debilitar-se em decorrência de estados psicológicos que o problema pode causar.

A impotência sexual é um problema que pode atingir homens de todas as idades, ou seja, não se trata de um problema que chega com a idade, porque essa é somente um dos fatores que pode ocasionar a impotência.

Muitos homens submetem dificuldade para manter uma ereção, mas poucos falam sobre o assunto, porém, é importante saber o que causa a impotência sexual masculina, mas também é importante conhecer a sua solução.

Se você está sofrendo com a impotência sexual e perdeu o vigor que tinha na cama, então descubra o que pode estar causando esse problema. Mas leia nosso artigo até o final porque vamos te apresentar uma solução simples, funcional e que não traz efeitos colaterais.

Causas físicas da impotência sexual

Alguns hábitos prejudiciais à saúde podem afetar o desempenho sexual do homem, como o consumo de bebidas alcoólicas, o uso de entorpecentes, o sedentarismo, o consumo excessivo de medicamentos e também cigarro. Além desses fatores, conheça algumas doenças que causam impotência sexual:

– Problemas Hormonais: Os baixos níveis de testosterona, hormônio masculino, podem atrapalhar o desempenho sexual. Assim como as mulheres, os homens podem sofrer carência hormonal quando em idade mais madura. Problemas com a tireoide também podem causar a disfunção.

– Colesterol alto: Quando o nível do colesterol se eleva no organismo pode acontecer o estreitamento dos vasos sanguíneos. Esse problema também pode atingir os vasos da região peniana e impedir que o sangue flua livremente para essa área do corpo, atrapalhando a ereção.

– Diabetes: a diabetes é uma doença silenciosa e traiçoeira que traz inúmeros problemas para o organismo, incluindo a disfunção erétil. Essa doença danifica os vasos sanguíneos e também os nervos do pênis, atrapalhando no desempenho sexual.

– Hipertensão: assim como a diabetes, a hipertensão danifica os vasos sanguíneos de todo o corpo, inclusive da região peniana.

– Neuropatias: doenças do sistema nervoso também podem aumentar o risco de disfunção erétil, porque as mensagens enviadas pelo cérebro para o pênis podem não ser recebidas, o que não permitirá que o fluxo sanguíneo ideal chegue até ele.

– Doenças cardiovasculares: essas doenças diminuem o fluxo sanguíneo em todas as artérias do corpo, inclusive as que estão ligadas ao pênis, e sem esse fluxo ideal não é possível manter a ereção ou mesmo iniciá-la.

– Cirurgias e lesões: os vasos sanguíneos ou os nervos da região peniana podem ser danificados após cirurgias do reto, próstata ou da bexiga e ainda quando sofridas lesões na região pélvica (fato que pode acontecer com atletas de ciclismo pelo atrito excessivo do selim com essa região).

Causas psicológicas da impotência sexual

Além das causas orgânicas que podem ocasionar a impotência sexual, alguns problemas psicológicos também podem fazer com que o homem perca a potencia sexual, e entre os problemas psicológicos que causam esse mal estão:

Ansiedade: muitos homens sentem ansiedade quanto ao seu desempenho sexual, pensam que não vão agradar a mulher ou querem agradar a todo custo, e essa ansiedade acaba atrapalhando ainda mais seu desempenho.

Estresse: essa doença moderna também pode atrapalhar no desempenho sexual. O estresse não permite que o homem relaxe ou se concentre, e essa tensão não o deixa a vontade na hora do sexo, influenciando na ereção.

Depressão: sendo uma faca de dois gumes, a depressão pode tanto acarretar o problema da disfunção como ser uma das suas consequências. O homem deprimido não consegue ter um bom desempenho sexual e é acometido de disfunção erétil. Ao mesmo tempo, quando enfrenta o problema da disfunção, o homem pode sentir uma baixa estima e então deprimir-se por não conseguir ter uma vida sexual ativa.

Baixa estima: os homens que sentem vergonha de si mesmos, seja por qualquer motivo, podem se sentir inferiores aos outros homens e isso atrapalha seu desempenho sexual, pois acreditam que não são capazes de agradar uma mulher ou então que uma mulher jamais gostará dele por esse ou aquele motivo. Esse sentimento pode desencadear a impotência sexual, o que reduz ainda mais sua autoestima podendo levar à depressão.

Insegurança: quando um homem sente-se inseguro ele permite que o nervosismo não o deixe se concentrar e aproveitar os momentos. Por não conseguir relaxar na hora do sexo ele pode sofrer com a impotência sexual e não conseguir ter uma ereção. A insegurança também pode ser por não ter experiência, por medo de não agradar a parceira ou por sentir vergonha de seu corpo.

A solução para impotência sexual

Note que os problemas que podem ocasionar a impotência são variados, e que grande parte deles exige uma mudança de postura ou de hábitos do homem. É por isso que a ingestão de medicamentos para combater a impotência pode não ser a solução, afinal, eles trazem ainda mais problemas.

Mas será que a impotência tem cura?

Se você sofre com a impotência sexual precisa conhecer o PROGRAMA TURBINANDO O DESEMPENHO SEXUAL, que se trata de um método natural para devolver ao homem o desejo por sexo e para que ele tenha um bom desempenho na cama, surpreendendo sua parceira.

O Turbinando o Desempenho Sexual não se trata de um tratamento com medicamentos, mas de um método natural que vai buscar a solução para a impotência de uma maneira segura e sem contra indicações. Trazendo de volta, toda a sexualidade para o casal.

O MÉTODO TRAZ RESULTADOS MUITO RÁPIDOS, EM APENAS 48 HORAS, E NINGUÉM PRECISA SABER QUE VOCÊ ESTÁ SE TRATANDO CONTRA A IMPOTÊNCIA.

Trata-se de um MÉTODO SEGURO, RÁPIDO E DISCRETO de mudar de vez esse capítulo da sua vida.

Ao trabalhar o seu organismo e sua mente de uma maneira natural você verá resultados rápidos, que vão te devolver o otimismo e automaticamente tudo em sua vida vai mudar.

Com a vida sexual ativa de novo seu corpo volta a trabalhar com saúde, sua mente fica tranquila e você cibar a sua segurança e confiança, além de voltar a sentir satisfação sexual.

Se você não acredita que deve procurar pro um médico para solucionar problemas físicos, faça isso, porém, como o Turbinando o Desempenho Sexual se trata de um método natural, ele são vai interferir em seu tratamento, assim, se você vai começar um tratamento ou já está se tratando, alcance resultados mais rápidos utilizando o método ao mesmo tempo.

Leia também: comprar remédios para ereção

Não continue se sentindo frustrado com seu desempenho sexual. EXPERIMENTE O TURBINANDO O DESEMPENHO SEXUAL E recupere sua sexualidade, salve seu casamento e volte se relacionar com as mulheres sem medo de falhar na hora H. Saiba mais nessa página.

E tudo isso, sem o efeito colateral que os remédios ocasionam, apenas usufruindo de resultados positivos e rápidos. Acesse o site para saber mais.

5 principais causas da ejaculação precoce

5 principais causas da ejaculação precoce

Escuta esse termo e já fica todo incomodado? Bom, é de se esperar, afinal, ejaculação precoce nada mais é do que a incapacidade de controlar a ejaculação durante ato sexual. Por ser considerado como tabu por grande parte dos homens, muitos caras demoram muito temo para procurar ajuda médica – e isso só piora tudo. Veja nossas dicas para demorar mais para gozar Descubra 5 lições com o Kama Sutra Será que a transa perfeita tem duração ideal?

Leia também: Aumento peniano funciona

A estimativa é que um a cada quatro homens sofra desse distúrbio ao menos uma vez na vida. Porém, o que transforma o acontecimento em um “problema” é a frequência que ele acontece. Se a disfunção virar rotina, é preciso procurar ajuda médica e saber que, na maioria das vezes, a ejaculação precoce é causada por questões psicológicas. Quer descobrir as principais causas? Nós separamos uma lista: PRESSÃO SOCIAL Crédito: Reprodução O homem constantemente é cobrado para ser o amante perfeito, o garanhão, o bom de cama e o pegador. Os homens passam muito tempo da vida sob efeito dessa pressão, o que pode desencadear disfunções como a ejaculação precoce. DISFUNÇÃO ERÉTIL Crédito: Reprodução Um episódio isolado de impotência sexual pode te afetar psicologicamente e ficar assaborando o seu subconsciente, e isso vai afetar relações posteriores. Se a disfunção erétil é recorrente, o quadro de ejaculação precoce pode se tornar ainda mais agudo. FATORES BIOLÓGICOS Crédito: Reprodução Não existe nenhuma confirmação científica de causas orgânicas associadas à ejaculação precoce. Porém, é um fato que doenças neurológicas, distúrbios na tireóide, inflamações ou infecções na próstata e na uretra, fatores genéticos, desequilíbrio hormonal e uso de alguns medicamentos podem desencadear o distúrbio. DESESPERO PELA PENETRAÇÃO Crédito: Reprodução Às vezes, os homens esquecem que a penetração é apenas uma parte da relação sexual, e o ato de transar envolve vários outros sentidos, toques, gestos, cheiros e sabores. Por manter o foco apenas na penetração, a pressão sobre ela pode aumentar e, consequentemente, a ansiedade também. Então tente focar em outros pontos da relação e esqueça um pouco a penetração, você vai ver que tudo vai fluir mais naturalmente quando você se preocupar com o momento como um todo. ESTRESSE E ANSIEDADE Crédito: Reprodução É difícil escapar desses dois pontos que atingem a saúde em diversos aspectos na sociedade em que vivemos. O sexo logicamente é um espelho das suas emoções, e se você estiver sob grande estresse ou passando por uma crise de ansiedade, é bem provável que role uma relação sexual frustrada e uma ejaculação precoce. Então, procure um médico para combater esses sintomas.

Dor nas articulações

A dor articular tem múltiplas causas, mas revela que os tecidos da articulação estão inflamados ou infectados. Quando o sofrimento é muito grande ou se torna crônico, é aconselhável consultar um médico.

Definição de dor nas articulações

De acordo com os resultados de uma pesquisa IFOP “Os franceses e reumatismo” levou a INSERM e “Juntos contra Rheumatism”, 93% dos franceses dizem que já sofreram de dor nas articulações. Dor nas articulações do joelho, quadril, mãos, são os mais comuns. Eles podem ser pontuais (agudos) ou regulares por longos períodos, são então crônicos.

Dor nas articulações é o resultado da inflamação do tecido que reveste o interior da articulação ou tecidos circundantes. Este tecido é uma membrana que delimita a articulação, conecta as extremidades dos ossos cobertos com cartilagem. Nós falamos de membrana sinovial, ou “sinóvia”; Ele segrega um lubrificante que protege os ossos e facilita o movimento: o líquido sinovial. Após a inflamação, o fluido produzido em quantidade se acumula na articulação. Além disso, a inflamação provoca a proliferação de células na membrana e a liberação de enzimas e radicais livres que atacam as cartilagens, os ossos e, às vezes, os tendões próximos. Como resultado, o edema dos tecidos moles aparece. A área inflamatória incha.

A inflamação aguda ou crônica das articulações é chamada de artrite . A artrite engloba mais de cem condições diferentes, variando de formas leves (tendinite, bursite …) a formas incapacitantes, como a artrite reumatóide. É uma infecção bacteriana que desencadeia artrite aguda, levando a inflamação e febre significativas.

As causas são múltiplas

Dor nas articulações pode ocorrer como resultado de um acidente ou trauma, ser a consequência de doenças como a gota ou gripe, obesidade. Outras origens também existem: a prática intensiva de um esporte, os antecedentes familiares, uma atividade profissional com gestos repetitivos, o envelhecimento com o desgaste natural das articulações …

Quem está preocupado? Todos podem estar preocupados, mas a dor nas articulações afeta principalmente os idosos, aqueles com excesso de peso, mulheres na menopausa e atletas regulares e de alto nível. Os últimos têm um hiper-uso de seus ligamentos e articulações, excesso de trabalho que causa microtrauma repetido.

Acabe com suas dores usando Regenemax.

Sintomas de dor nas articulações

Os sintomas dependem da origem da dor articular. Pode ser dor nas articulações sozinha ou acompanhada de dor muscular durante o movimento ou, mais importante, uma limitação da mobilidade. Os sintomas são mais intensos de manhã, ao nascer do sol e podem até causar uma rigidez matinal duradoura. Febre e / ou cansaço excessivo podem estar presentes. Finalmente, vermelhidão da pele ou inchaço pode aparecer na área afetada.

A prevenção da dor nas articulações

O aconselhamento difere dependendo da causa da dor articular, mas em todos os casos, é necessária uma consulta médica.

Algumas precauções devem ser tomadas: 
– ao acordar, exercitar-se com alongamento muscular; 
– estar equipado com uma almofada adequada e mudar de roupa de cama, se necessário (a base da cama e o colchão devem ser trocados a cada dez anos); 
– para pessoas com excesso de peso, perder peso para aliviar o peso nas articulações; 
– em caso de gota repetida, coma menos gordura, pare de beber álcool e beba água; 
– para os atletas, aqueça bem, beba muito e diminua o ritmo de treinamento.

O tratamento da dor nas articulações

É diferente dependendo se a artrite é aguda ou crônica.

Em caso de artrite crônica: 
– ao acordar, faça exercícios para suavizar as articulações; 
– se a dor for fraca, os medicamentos do tipo analgésico são suficientes; 
– para a gota, use sapatos que segurem bem o pé. Ande com uma bengala, se necessário. Equipamentos adaptados podem ser encontrados em algumas farmácias e lojas ortopédicas.

Se a dor persistir, o médico pode decidir imobilizar a área em questão, ou até programar a cirurgia.

Em caso de artrite aguda, é necessário tratamento médico de emergência, com medicamentos analgésicos para aliviar a dor. Enquanto isso, colocar uma bolsa de gelo na área inflamada ajuda a aliviar a dor.

Exclusivo: Descubra como aumentar o pênis sem sair de casa?

Exclusivo: Descubra como aumentar o pênis sem sair de casa?

Com esse método você pode aumentar o pênis 3,5 cm, já está comprovado.

Só uma em cada 4 mulheres estão satisfeitas com o tamanho do membro de seu companheiro. Foto: Reprodução
Sem operações, sem dor e o que é mais importante – de forma permanente. Cientistas de Phoenix confirmaram o funcionamento das pilulas para aumentar o membro masculino. Não sinta mais vergonha na cama. Três pilulas é suficiente para satisfazer a sua mulher e se tornar um mestre do sexo.

A felicidade em seus olhos. Seu corpo quente tremendo de prazer. Seu gemido prazeroso revela que esse foi o melhor sexo da sua vida. Imagine o quão orgulhoso você vai se sentir em satisfazer sua parceira dessa forma …

Imagine sua vida sexual com um pênis 7 cm mais longo e duas vezes mais grosso. 4600 homens têm aumentado com pílulas. Você também pode se gabar de um pênis enorme – 60 dias são suficientes.

Quanto maior seu pênis, maiores são suas chances.
É lógico que todo homem sonha com um desempenho sexual máximo. Um pênis grande é símbolo de força e masculinidade, além de ser uma garantia de satisfação completa de mulheres em todas as situações. Mark Newman y Denis Smith têm mostrado que apenas um pênis maior que 18 cm de comprimento é capaz de satisfazer por completo uma mulher na cama. E por que isso ocorre?

Assim, a completa maioria dos homens tem uma justificativa sólida. Uma companheira insatisfeita, sentimento de culpa, falta de desejo por sexo. O sentimento de frustração com a seguinte situação é apenas uma questão de tempo.

Poucos homens têm conhecimento de que tudo isto pode ser evitado, já que o tamanho do pênis pode ser aumentado de forma permanente.

Aumentar é fácil!
Os investigadores têm testado por 2 anos esse método oral para aumentar o pênis. As investigações confirmaram que é possível aumentar o membro até 3,5 cm, sem recorrer a meios mecânicos dolorosos. As operações de alongamento peniano são muito populares, porém muito caras. Os métodos mecânicos são fácilmente accesíveis, porém ineficazes. Que outros benefícios tem o aumento com pílulas?

Uma conclusão importante é a confirmação de que o efeito do aumento do pênis é permanente e é mantido mesmo após parar de tomar.

Para o organismo é um processo totalmente natural – os vasos dilatados conservam um tamanho ampliado, para poder armazenar uma maior quantidade de sangue que endurece o pênis. Você começa agora a perceber que além do aumento, também vai notar uma melhora nas ereções. e na qualidade das relações sexuais!

Cada um dos participantes na experiência, também tem notado uma melhoria significativa nas ereções e um aumento das suas durações.

Leia também: Como aumentar o pênis naturalmente

Quais são as suas predisposições naturais?
Os pesquisadores notaram que os resultados finais do tratamento dependem da predisposição natural de cada indivíduo. Pode ser que o membro não aumente 3,5 cm, mas 5,5 – 6,7 cm. Mark Newman declara:

Um aumento seguro em harmonia com a natureza
Um método de aumento caseiro do pênis tão eficaz até agora nunca foi visto antes pelos pesquisadores. Denis Smith alerta sobre os vendedores fraudulentos, aproveitando a popularidade dos resultados publicados para vender substitutos mais baratos que são ineficazes.

 

20 alimentos e remédios naturais que ajudam a emagrecer

20 alimentos e remédios naturais que ajudam a emagrecer

Confira alguns alimentos e remédios naturais que podem ser grandes aliados no processo de emagrecimento

Leia também: Fit Mzt funciona

Os alimentos que ajudam a emagrecer são aqueles que melhoram o trânsito intestinal, combatem a retenção de líquidos, aceleram o metabolismo, enganam a fome e auxiliam na queima de gordura.

Se o objetivo é emagrecer e reduzir medidas, os alimentos a seguir devem ser consumidos… Mas de nada vai adiantar se não houver prática de atividade física regular. Também não se deve exagerar: uma alimentação saudável pobre em açúcar, doces, gordura, frituras e alimentos processados deve ser seguida se o objetivo é o emagrecimento.

Chá verde
Vários estudos confirmam os benefícios do chá verde para o emagrecimento. Rico em catequinas, antioxidantes que estimulam o metabolismo, o chá pode ajudar a queimar mais calorias.

O chá verde é capaz de atuar no corpo evitando a degradação de noradrenalina, um neurotransmissor essencial que, entre outras coisas, promove a lipólise, a decomposição e eliminação de gorduras.

Leia também: comprar Phytophen

Gengibre

Raiz com ação antioxidante, baixo valor calórico e rico em vitaminas B3, B6 e C, o gengibre é um termogênico natural que acelera nosso metabolismo e aumenta a queima de gordura do corpo.

Ele ainda facilita a digestão de alimentos gordurosos e melhora o funcionamento do intestino, sendo um bom remédio natural contra desconfortos estomacais, enjoos e indigestão. Você pode usar o gengibre em chás, sucos ou comê-lo em pedaços.

É importante lembrar que, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso do gengibre é contraindicado para pessoas com hipertensão.

Aveia
Cereal rico em fibras solúveis e insolúveis, a aveia auxilia na perda de peso pois suas fibras aumentam a sensação de saciedade, auxiliando no controle glicêmico e ajudando a regular o intestino.

Assim, descongestionam nosso corpo de toxinas e gorduras que nos fazem engordar e, inclusive, adoecer. Se quisermos obter uma maior quantidade de nutrientes, devemos consumir a aveia crua.

Pepino
Devido ao seu alto teor de água e baixo teor calórico, o pepino é a fonte ideal para as pessoas que estão querendo perder peso.

Refrescante e diurético, elimina toxinas e ajuda na hidratação. Pode ser consumido em saladas, sanduíches ou como petisco.

Quinoa
Apesar de não conter poucas calorias, a quinoa é riquíssima em proteínas, nutrientes e fibras, promovendo saciedade e ajudando a controlar a fome.

É uma ótima alternativa para substituir o arroz com feijão. Em formato de farinha, ela pode ser misturada no suco ou na comida. Já em forma de grãos, pode ser cozida junto com legumes ou salada.

Ameixa seca
A ameixa seca ajuda a melhorar o trânsito intestinal, combatendo a prisão de ventre e mantendo o corpo saciado por mais tempo. De novo, o mérito é de suas fibras, que, além de estimularem o funcionamento do intestino, saciam a fome com facilidade, auxiliando na perda de peso.

Pouco calórica e prática para carregar, a ameixa seca substitui o doce e pode ser consumida em lanches intermediários ou como sobremesa.

Mamão
Diurético e rico em fibras, o mamão combate o inchaço na barriga e é indicado para todas as pessoas que sofrem de problemas digestivos, como diarreias, gases, prisão de ventre, gastrite, etc.

Trata-se de uma fruta muito nutritiva, que também é responsável pelo funcionamento correto do metabolismo e por eliminar o excesso de gordura do nosso corpo.

Folhas verdes
Elas são sempre são muito indicadas para quem quer perder peso pois, além de possuírem pouquíssimas calorias e um alto valor nutritivo, elas contêm um alto índice de fibras, as quais promovem saciedade e auxiliam no bom funcionamento de nosso intestino, consequentemente eliminando todas as toxinas desagradáveis e maléficas do nosso corpo.

Goji berry
O goji berry se destaca por ser rico em vitamina C, nutriente que melhora o sistema imunológico, o humor, evita problemas oftalmológicos, derrames e ajuda a emagrecer.

Uma pesquisa publicada em 2011 mostrou que a ingestão diária de suco de goji berry durante 14 dias foi capaz de reduzir a circunferência da cintura e aumentar as taxas metabólicas em seres humanos em relação ao grupo controle que tomou um suco placebo.

Parecidos com uvas passas vermelhinhas, os gojis têm um gosto doce com um toque azedinho, e podem ser acrescentados a sucos, iogurtes, cereais, etc. Compre-os sempre orgânicos.

Nuts
Os nuts (amêndoas, nozes, avelãs, castanhas, macadâmias, pistaches, etc.) são importantíssimos para aumentar os níveis de HDL, o colesterol bom, prevenindo doenças cardíacas. A gordura boa encontrada nos nuts também é ótima para quem está tentando emagrecer porque dá um efeito de saciedade.

Os ácidos graxos ajudam a deixar a silhueta mais fina, ativando o metabolismo da queima de gorduras e eliminando o tecido gorduroso que se acumula na região abdominal.

Uma boa dica é ingerir as oleaginosas antes das refeições, pois como as gorduras demoram mais para ser digeridas pelo organismo, a tendência é consumir porções menores.

Grão-de-bico
Grão-de-bico, como a maioria dos legumes, é valioso devido à sua quantidade de fibras – duas xícaras oferecem a quantidade diária completa. Por conta disso e por possuir baixo valor calórico, ele ajuda a emagrecer de forma mais eficiente, diminuindo o apetite.

Chia
Por ser super rica em fibras solúveis, que ajudam na sensação de saciedade, a semente diminui a absorção de colesterol e ajuda a regular a glicemia do sangue. Tem um gosto neutro e é super fácil de ser adicionada a praticamente qualquer alimento, como frutas, saladas ou iogurtes.

Abacaxi
O abacaxi ajuda a emagrecer pois é rico em água e em vitamina C. Com poucas calorias, combate a retenção de líquidos e, por ser ácido e diurético, ajuda na digestão. Não se esqueça de beber muita água e outros líquidos para não sofrer desidratação.

Limão
O limão é diurético, rico em vitamina C e um potente antioxidante, que elimina as toxinas e ajuda na digestão, colaborando para o emagrecimento.

A parte branca do limão e a casca contém pectina, que quando é dissolvida em água, produz uma massa viscosa que auxilia no trânsito intestinal e na saciedade, retardando a absorção dos açúcares.

Linhaça
Contém substâncias bioativas que têm ação na modulação do processo inflamatório devido ao ômega 3, presente no alimento. As sementes de linhaça são antioxidantes e ricas em fibras.

Ajuda na digestão e pode contribuir com a manutenção da boa forma. Elas ajudam a diminuir os níveis de colesterol e açúcar no sangue. Polvilhe uma colher de sopa de linhaça triturada diariamente nos cereais no café da manhã ou nas saladas.

Maçã
A maçã ajuda a emagrecer, pois é rica em antioxidantes, regula os níveis de colesterol e de triglicerídeos e ajuda na digestão, sendo altamente recomendada para casos de obesidade e intestino preso.

Também conta com a presença de pectina e boa quantidade de potássio, nutriente que elimina o sódio extra do corpo, reduzindo a retenção de líquidos e, com ele, parte do inchaço. Contém fibras insolúveis na casca, que ficam no estômago por mais tempo e retardam a fome.

Chocolate amargo
Comer chocolate emagrece porque pequenas doses de chocolate no organismo favorecem o metabolismo, mantendo-o mais acelerado e ajudando a diminuir a quantidade de gordura no corpo. Além disso, alguns antioxidantes presentes no chocolate amargo interferem na produção de um hormônio chamado de leptina, que regula a saciedade ajudando a emagrecer.

As propriedades que estão no chocolate e ajudam a emagrecer estão presentes no cacau do chocolate, por isso, o ideal é comer chocolate amargo ou meio amargo.

Alimentos integrais
O alimento integral é aquele que não teve a sua estrutura alterada durante o processo de industrialização, mantendo a integridade das vitaminas, minerais e fibras. Por sua vez, todos estes nutrientes prolongam a saciedade, diminuindo a fome e, consequentemente, a quantidade de comida ingerida.

Comer pelo menos 20 gramas de fibras diariamente, provenientes de grãos integrais, frutas e verduras, ajuda a aumentar a sensação de saciedade. Um estudo publicado no ano passado mostrou que mulheres que comem mais fibras engordam menos à medida em que envelhecem.

Proteínas magras
Em um estudo feito em 2009 nos Estados Unidos, as pessoas que comiam mais proteínas no café da manhã (como ovos, por exemplo), sentiam menos fome e comiam menos calorias ao longo do dia do que aquelas que comiam pouca proteína na primeira refeição.

Além disso, comer três porções diárias de alimentos ricos em cálcio e vitamina D, como os laticínios magros (leite desnatado e queijos brancos), ajuda a diminuir a perda de massa muscular e facilita a manutenção do peso, indica um estudo.

Água
A água pode te ajudar a perder alguns quilos evitando que você coma mais. Além de ser vital para o bom funcionamento dos sistemas do corpo, tomar um copo de água antes das principais refeições e antes dos lanches é uma forma de comer menos – como o estômago já está parcialmente cheio de água, a sensação de saciedade não demorará a chegar e a tendência é comer menos do que o habitual.

Leia também: Kifina

Em vez de nos preocuparmos apenas com o emagrecimento, precisamos também sempre optar por dietas que mantenham e melhorem nosso estado de saúde. Diante de qualquer dúvida, procure a ajuda de um nutricionista, que indicará o melhor tipo de dieta para você.

Clareamento Dental

Clareamento Dental

O clareamento dental é uma técnica que se tornou muito popular nos últimos anos devido ao apelo estético por dentes brancos e bem alinhados.

Há, basicamente, duas formas possíveis de clarear os dentes: o clareamento por meio de luzes (Halógena, LED ou Laser) e o clareamento dental caseiro.

Os resultados de ambos os métodos são semelhantes, o que varia é a duração dos procedimentos. O tratamento com luz é bem mais rápido por utilizar um gel clareador bem mais forte que o gel utilizado no clareamento caseiro (Peróxido de Carbamida). Enquanto os ativados por luz proporcionam resultado imediato, o tratamento caseiro leva pelo menos três semanas.

Preparação Antes do Clareamento
Antes de branquear, os dentes devem estar os mais limpos possíveis. O ideal é fazer o tratamento logo após uma limpeza dentária, para o que o peróxido entre em contato direto com o esmalte e não com a placa. Se o paciente apresentar cáries ou tártaros, estes devem ser removidos.

Se as raízes dos dentes estiverem expostas estas não vão branquear uma vez que não estão cobertas por esmalte. Se o paciente apresentar restaurações, estas também não vão branquear pelo que possivelmente poderá ser necessário fazer a sua substituição após o branqueamento.

Tipos de Clareamento
Clareamento a Laser

Com esse procedimento, os dentes ficam claros em 40 minutos. A boca é protegida por uma máscara de borracha que deixa apenas os dentes à mostra. Em seguida, é aplicado um gel à base de peróxido de hidrogênio, uma substância poderosa que elimina as manchas. O laser é passado dente a dente com uma espécie de caneta que remove os pigmentos.

Moldeira Pré-Fabricada
Em uma moldeira é aplicado um gel de peróxido de hidrogênio, que penetra nos dentes e quebra as moléculas que causam o aspecto amarelado. A moldeira deve ser usada duas vezes ao dia, por 20 minutos, durante uma semana. A desvantagem é que esse tipo de moldeira é fabricada em tamanho único e pode ficar apertada ou folgada, sensibilizando a gengiva.

Molde Individual

O dentista providencia um molde sob medida para seus dentes, onde deve ser colocado um gel oxidante. O paciente usa a moldeira em casa, em geral ao dormir, por dez dias. Apesar de ser um tratamento caseiro, ele deve ter a orientação do dentista.

Fitas Adesivas

Vendido em farmácias, esse tratamento também é à base de peróxido de hidrogênio. As fitas devem ser aplicadas nos dentes duas vezes ao dia, por 30 minutos, durante duas semanas. Um fator positivo desse tratamento é que as fitas adesivas não entram em contato com a gengiva.

Além disso, se o resultado não for o esperado, elas podem ser reaplicadas. O ponto negativo é que elas cobrem apenas os dentes da frente.

Pincel
Nesse tratamento, o agente responsável pelo clareamento é o peróxido de carbamida. Com um pincel, basta aplicar o gel duas vezes ao dia, durante duas semanas, e reaplicá-lo a cada seis meses. Pela alta concentração do peróxido, ele age de maneira eficaz e não precisa ser aplicado em todos os dentes. O problema é que há um certo risco de ingerir o produto – os especialistas ainda não sabem se ele causa ou não danos à saúde.

Cremes Dentais Clareadores

As pastas de dente específicas para clarear podem ser usadas diariamente. Até ajuda a clarear, mas o resultado é o mais demorado. Componentes como o bicarbonato de sódio e a sílica são os responsáveis por limpar e alisar a superfície do dente. Esse é o método mais simples e barato.

Cuidados Pós-Clareamento
Clarear os dentes exige cuidados especiais no pós-tratamento e, principalmente, na escolha do método e dos produtos que farão o branqueamento. Alguns produtos, geralmente caseiros, podem atingir e matar a polpa dentária (parte viva do dente), provocando sensibilidade exacerbada e possibilidade de fraturas.

Leia também: WhiteDent funciona

Para manter seu sorriso mais branco e bonito você deve:

Escovar os dentes três vezes ao dia com um creme dental clareador.
Usar fio dental diariamente para remover a placa que se aloja entre os dentes e abaixo da gengiva.
Usar produtos que contenham flúor, inclusive o creme dental.
Evitar o cigarro. Ele é um dos maiores causadores de manchas nos dentes.
Dosar o consumo de café, chá preto, vinho tinto, molho de tomate e refrigerantes. Beterraba e frutas vermelhas também mancham os dentes. Escove-os bem após ingerir algum desses alimentos.
Se possível usar enxaguantes bucais clareadores.
É fundamental que todo paciente siga a orientação do seu dentista, que realizará o monitoramente do tratamento de clareamento dos dentes do início ao fim. Não é recomendado adquirir produtos de clareamento em farmácias e drogarias, pois estes produtos não tem a mesma eficiência daqueles usados pelos profissionais e podem provocar sensibilidade com frio e quente, e nenhum resultado aparente.

SAIBA O QUE FAZER CASO SOFRA DE IMPOTÊNCIA SEXUAL

SAIBA O QUE FAZER CASO SOFRA DE IMPOTÊNCIA SEXUAL

“Tenho 65 anos e há 15 que sofro de impotência sexual. Estou a fazer um tratamento de urologia no hospital e a tomar um medicamento para a próstata. Estava também a ingerir medicação contra a impotência, mas nesta altura já não faz efeito e, no hospital, não dão muita importância ao assunto. O que mais posso fazer?” José, por e-mail

Leia também: Viagra Natural funciona

Embora as situações de disfunção erétil possam ter causas orgânicas, hormonais ou surgir em consequência de certos tratamentos, podem igualmente ser de origem psicológica ou devido a falta de descanso. Para além do tratamento de urologia, não lhe foi aconselhado eventual acompanhamento psicológico?
Também os medicamentos para a disfunção erétil, quando tomados em dose errada ou exagerada, podem provocar uma maior perda da capacidade de ter ereções. Se o seu urologista é generalista e não está a conseguir resultados com os tratamentos, poderá procurar outras consultas de urologia especializada em disfunção erétil. Como última opção, também existe a possibilidade de tratamento com uma prótese peniana.
Mas todas estas opções devem ser decididas com apoio do seu médico assistente.

Posições sexuais que são mais emocionantes e agradáveis

Algumas posições sexuais podem nos oferecer maior prazer e incentivar a realização do clímax por ambos os membros do casal.

O que aconteceria ao sexo como o conhecemos sem a sexualidade oferecida pelas posições sexuais ? Claro que seria uma ação terrivelmente exaustiva e chata, além disso, não seria muito tentador.

Desfrutar do prazer anda de mãos dadas com a criatividade e o compromisso aplicados à prática sexual. Aqui, então, que as posições sexuais têm uma importância superlativa .

Eles favorecem a realização do clímax desejado e estimulam o desejo e a paixão .

Devemos pensar que a escolha do mesmo depende da subjetividade de cada participante. A comunicação entre os amantes é essencial para a máxima satisfação e para alcançar orgasmos inesquecíveis.

Você provavelmente já sabe, mas você tem que entender que, abandonando qualquer tabu que possa te bloquear ou dificultar a tentativa de tentar diferentes posições sexuais, você terá que avaliar os limites que você está, talvez, se impondo.

Na Ásia, grande importância é colocada em qualquer posição que tenha como alvo o prazer sexual humano . Na Índia, no Japão, na China, na Tailândia ou nas Filipinas, na verdade, existem livros e manuais para dar liberdade à sua imaginação.

Se você estiver interessado em descobrir quais posições sexuais oferecem mais prazer e sensualidade, apresentaremos a você.

Eles ajudarão você a descobrir o prazer de uma maneira saudável e erótica.

As 6 posições sexuais que oferecem mais prazer

1. flor de lótus

Esta posição é ideal para aqueles amantes que desejam estabelecer um contato visual prolongado e, ao mesmo tempo, compartilhar um coito interrompido com um ritmo quase sincronizado de movimentos.  

Muitos homens estão usando o Destruidor de Ejaculação Precoce. Mas será que funciona?

É muito emocionante para homens e mulheres .

O que você tem que fazer?

  • O homem deve se sentar e abrir as pernas emulando a flor de lótus.
  • A mulher senta-se no andar de cima e coloca as pernas em volta do tronco do homem.
  • Será a mulher quem define o ritmo. O contato de ambos os corpos ajudará a sincronizar a respiração.

2. Pernas no torso

Esta posição é projetada para oferecer uma penetração profunda e, dependendo da condição física e do ritmo dos dois amantes, oferecerá o orgasmo mais facilmente.  

Além disso, é muito fácil de realizar.

  • A mulher deve deitar de bruços, inclinando levemente o púbis.
  • O homem deve levantar as coxas da mulher e colocá-las no tronco.
  • A penetração oferecerá prazer incomparável para ambos.

Leia também: Dicas para pernas magras

3. Na beira da cama

Esta posição sexual agradável é realizada na beira da cama com o homem como suporte para o ritmo de penetração.

O que você tem que fazer? 

  • O homem se posicionará na beira da cama .
  • Imediatamente depois, ele vai se juntar a suas pernas.
  • Isso permitirá que a mulher fique em cima dele e diga o ritmo.

4. A colher

Para alcançar esta posição, ambos os amantes devem deitar-se na cama ou em outra superfície plana que possa suportar ambos. É perfeito para intensificar as sensações no clitóris e fortalecer a paixão.

O que você tem que fazer ?

  • Ambos os parceiros terão que assumir uma posição semelhante a um “C”.
  • Então, o homem terá que agarrar a mulher da cintura e penetrá-la enquanto mantém a posição da colher.
  • O ritmo aumentará à medida que a sincronização e as carícias aumentam.
  • Ideal para o prazer feminino e o vínculo de um casal (mesmo se estiver grávida).

5. Levantado, contra a parede

Neste caso, o homem deve ter alguma força para poder apoiar o parceiro enquanto faz a penetração.

O que você tem que fazer? 

  • Posicione-se perto de uma parede que atue como suporte para manter a posição.
  • O homem deve levantar a mulher com os dois braços, agarrando-a pelas nádegas, na altura do tronco.
  • Depois de envolvê-la com um abraço apaixonado, erguido e encostado no desfile, o homem prossegue para a penetração.

Deficiência de ereção: as causas físicas

O que se entende por “déficit de ereção”?

O déficit de ereção é definido como uma dificuldade parcial ou completa em manter uma ereção até a conclusão da atividade sexual. As causas desse problema sexual podem ser físicas e psicológicas, ligadas à história pessoal e / ou ao relacionamento do casal (1,2). Muitas vezes, os fatores de ambos os tipos se combinam para causar e manter a dificuldade de ereção.

Quais são as causas físicas das dificuldades de ereção?

Do ponto de vista físico, o déficit de ereção pode ser o indicador de uma doença mais importante (2,3).
Por exemplo, tipo cardiovascular. A dificuldade em manter uma ereção pode de fato antecipar um infarto do miocárdio ou um ataque de angina por aproximadamente três anos .
O déficit de ereção pode ser o sinal de hipertensão que ainda não deu outros sinais de si mesmo.
Além disso, o excesso de colesterol é um inimigo da ereção. Nesse caso, o dano vascular subjacente ao déficit de ereção deve-se ao acúmulo de “torrões” de colesterol ao longo da parede dos vasos. Isso faz com que a aterosclerose , que, em seguida, provoca a perda de elasticidade dos vasos sanguíneos para o endurecimento progressivo de sua parede: uma alteração conhecida como arteriosclerose . Reduz o lúmen do vaso e, portanto, o fluxo sanguíneo, enquanto o aumento da rigidez se correlaciona com o aumento da pressão diastólica, ou seja, a pressão mínima.
diabetes pode danificar a erecção de maneiras diferentes (2.3):
a) vascular (“microangiopatia diabética”) pelo dano que o açúcar elevado no sangue (ou mal controlado) causa na parede do vaso;
b) neurológica (“neuropatia diabética”), pelo dano das terminações nervosas, especialmente do sistema “autônomo”, que coordena funções involuntárias, incluindo uma ereção;
c) hormonal : o diabetes mal controlado, tipo 2, está associado ao sobrepeso, que por sua vez leva a alterações hormonais nos níveis de testosterona, o hormônio masculino. Um nível mais baixo desse hormônio reduz o desejo e torna a ereção mais problemática;
d) neuropsicicos : a depressao e frequentemente associada a diabetes e problemas de ereção.
Em outros casos , doenças neurológicas, como a esclerose múltipla, danificam os mecanismos nervosos que coordenam a ereção. Mesmo trauma medular , quando causam paraplegia , ou paralisia dos membros inferiores, pode causar problemas de ereção.

Saiba mais sobre o produto Gandrox XL que acaba com a impotência masculina.

Quais são as causas funcionais?

Nas formas “funcionais”, que não são devidas a danos vasculares, neurológicos ou metabólicos evidentes, o problema da ereção é devido à inibição recorrente e persistente da excitação sexual durante a atividade sexual .
Essa definição capta bem um aspecto frequentemente negligenciado no diagnóstico e na terapia de déficits eretores: o papel dos fatores psicológicos e funcionais no condicionamento do desejo e da excitação e, portanto, do primum movens da própria resposta sexual.
Estes factores psíquicos, também conhecido como “central”, porque eles afectam o cérebro, pode ser primária, isto é, a primeira responsável por um défice eréctil onde não reconhecem outros componentes orgânicos “periférica” (arterial, venoso, neurológica, mecânicos) ou secundárias à o último eo déficit resultante. 
Além disso, por vezes, o primeiro sintoma do défice inicial é a ejaculação precoce secundária, ou seja, adquirida após anos de função sexual normal. Nesse caso, o avanço ejaculatório é uma maneira mais ou menos consciente de concluir o relacionamento antes que o déficit erétil se torne manifesto para o parceiro.
Terapia eficaz também deve levar em conta esses fatores, de modo a melhorar a adesão do paciente – e, portanto, o resultado e satisfação – das diferentes opções terapêuticas.

Os estilos de vida podem interferir na ereção?

Certamente. O primeiro inimigo da ereção é de fato a fumaça (4,5), que danifica eletricamente a parede dos vasos.
L ‘ álcool (4,5), se tomados durante longos períodos, actua com um mecanismo complexo. Reduz o desejo (mesmo que no início atue como um ansiolítico), danifica a parede dos vasos e diminui a testosterona.
tipo de droga Marijuana agir como álcool: inicialmente têm um efeito ansiolitico, mas inibir o desejo e reduzir a testosterona.
morfina e a ‘ heroína bloquear o desejo (1,5), porque eles criam um ‘pseudo-satisfação’, devido ao aumento na endorfinas, moléculas em nosso cérebro mediar a sensação de ‘recompensa’ e, portanto, satisfação, neste caso criado ilusória.
cocaína e drogas excitantes aumentar o desejo ea excitação e pode amplificar as sensações do orgasmo. No entanto, eles podem criar dependência psíquica e causar sérios danos vasculares agudos (hemorragias cerebrais e infartos) mesmo nos mais jovens.