O Que Comer no Jejum Intermitente?

Com o aumento significativo dos índices de obesidade e de excesso de peso, muitas pesquisas começaram a ser feitas com o objetivo de identificar métodos que possam auxiliar na redução de gordura corporal de uma maneira mais rápida e mais eficiente. Entre os diferentes métodos disponíveis atualmente, o jejum intermitente está entre os mais conhecidos, principalmente, em função dos seus inúmeros benefícios tanto para a saúde quanto para a melhoria da boa forma.

Vamos conhecer o que é este método, quais os principais tipos e aprender o que comer no jejum intermitente para conseguir atingir os melhores resultados com esta técnica.

O que é o jejum intermitente?
O jejum é um método antigo e que faz parte da tradição de muitos povos ao longo da história. A prática do jejum normalmente está associada à cultura religiosa e este é caracterizado pela abstinência voluntária de alimentos, seja por motivos espirituais, de saúde ou por outras questões diferentes. O jejum é praticado de acordo com um objetivo definido, podendo ser feito por qualquer período de tempo, desde apenas algumas horas e podendo permanecer, em alguns casos, até por dias.

Hipócrates, que é considerado o pai da medicina moderna, defendia a prática do jejum em seus tratamentos, também associada ao consumo de vinagre de maçã. Além disso, o jejum também é considerado um dos métodos de cura mais difundidos no mundo, sendo citado pelos antigos pensadores gregos que também acreditavam que a prática auxiliava na melhoria das funções cognitivas, deixando a mente mais alerta, com mais foco e promovendo maior energia para o corpo.

O jejum intermitente é um dos temas mais populares atualmente nas revistas de saúde. Muitos acreditam que ele é um tipo de dieta, porém, na verdade, este método é considerado um estilo de vida, reunindo grupos e fãs ao redor do mundo na sua prática e difusão.

Este método é realizado através da organização das refeições ao longo do dia de forma a se conseguir melhores resultados tanto em relação ao aproveitamento dos nutrientes quanto em relação à redução de gordura, podendo ter também impacto no ganho de massa muscular.

No jejum intermitente, as refeições são alternadas em períodos de jejum com períodos de alimentação. Os padrões mais comuns utilizados são compostos por jejuns diários de 16 horas ou de 24 horas duas vezes por semana.

Em geral, as pessoas que praticam este método conseguem resultados expressivos de emagrecimento, melhoram a saúde em vários aspectos e conquistam resultados mais duradouros em comparação com outros métodos. Porém, é importante que se saiba o que comer no jejum intermitente de forma adequada.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Jejum Intermitente – Como Fazer, Cardápio, O Que Comer e Dicas
O Jejum Intermitente é Saudável e Funciona Mesmo?
Jejum Intermitente 12h ou 24 horas – Diferenças e Como Fazer
Jejum Intermitente e Diabetes – Pode Fazer? Implicações e Cuidados
Primeiramente, vejamos a seguir alguns dos benefícios do jejum intermitente:

1. Diminuição dos níveis de insulina

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas e que é responsável pelo transporte da glicose presente no sangue para dentro das células. Quando os níveis de glicose estão muito altos, o corpo pode criar uma resistência à insulina, levando a várias doenças crônicas, tais como a diabetes e algumas doenças cardíacas. Durante o período de jejum, os níveis de insulina reduzem de forma significativa, promovendo o estímulo à utilização da gordura como fonte de energia.

2. Ajuda a elevar os níveis do hormônio do crescimento

O hormônio do crescimento, também conhecido como GH (do inglês growth hormone), é um hormônio sintetizado e secretado pela glândula hipófise anterior. Este hormônio é responsável pelo desenvolvimento e pela reprodução de todas as células do corpo. Quando os níveis deste hormônio estão baixos, o organismo aumenta o acúmulo de gordura corporal e também promove uma redução da massa magra corporal. Estudos mostram que ocorre um aumento significativo da produção do hormônio do crescimento durante o jejum intermitente.

3. Aumenta a reparação celular

Estudos mostram que durante o jejum intermitente o corpo aumenta os processos de reparação celular que estimulam a renovação das células do corpo, auxiliando também na eliminação dos resíduos. Um destes processos é chamado de autofagia, que ocorre quando as células realizam a digestão e a eliminação de proteínas velhas e com problemas. Muitas pesquisas mostram que estas proteínas velhas podem levar ao surgimento de doenças como o câncer.

Como fazer o jejum intermitente?
Existem diversas formas de se realizar este tipo de jejum, basicamente através da organização dos períodos, incluindo horários para as refeições e horários de jejum. Durante o período de jejum, não se come nada ou muito pouco.

Durante os períodos de alimentação não existe uma restrição sobre o que comer no jejum intermitente, mas seguir diretrizes saudáveis e funcionais pode garantir melhores resultados e ajudar na manutenção da saúde.

Veja, a seguir, algumas das principais estratégias usadas para se fazer este método:

1. Jejum feito em dias alternados

O jejum realizado em dias alternados é um dos mais conhecidos e possui diversas versões diferentes. A estratégia mais usada sugere um dia de jejum com restrição máxima de 500 calorias durante dois dias da semana. Apesar de ser bastante conhecido, este método é um dos mais difíceis de ser executado, pois pode causar muita fome.

2. Pular alguma refeição do dia

Este método é excelente para aqueles que não conseguem controlar muito bem a questão dos dias e horários para realizar o jejum. Ele consiste apenas em pular uma das refeições em alguns dias da semana. Apesar de não ser um método tão estruturado, ele apresenta ótimos benefícios à saúde e também para a redução de gordura corporal.

3. Método 16/8

O método 16/8 promove uma organização com jejum todos os dias durante 14 a 16 horas, incluindo também um período de alimentação de 8 a 10 horas por dia. Esta técnica é conhecida como protocolo Leangains, podendo ser realizado a partir do horário do jantar, cobrindo o jejum durante as horas de sono e pulando o café da manhã. Caso a última refeição do dia seja o jantar, terminando às 20h, por exemplo, o almoço poderá ser feito ao meio dia do dia seguinte, totalizando 16 horas de jejum.

4. Dieta 5:2

A dieta 5:2 é outro método de jejum intermitente que pode ser realizado com um período normal de alimentação durante cinco dias da semana e com período de restrição de calorias durante dois dias da semana. Durante estes dois dias, deve-se ter um cardápio contendo, no máximo, 500 a 600 calorias, podendo ser dividido em duas refeições de 250 a 300 calorias, por exemplo. Nos cinco dias livres, não existe uma regra sobre o que comer, porém recomenda-se um controle dos alimentos, evitando-se aqueles muito calóricos ou ricos em gordura e açúcar.

O que comer no jejum intermitente?
Em conjunto com cada método do jejum intermitente é importante que se conheça os alimentos que podem ser consumidos de forma a se obter melhores resultados de redução de peso e gordura corporal.

Saber o que comer no jejum intermitente poderá trazer maiores benefícios de saúde, melhorando ainda mais os resultados. A seguir, vamos conhecer algumas sugestões, mas antes de chegarmos a elas, lembramos que este artigo não substitui a recomendação do nutricionista ou até mesmo do médico, e o ideal mesmo é que você consulte um desses profissionais para saber quais as melhores comidas e bebidas para você comer durante a sua rotina.

Agora que o alerta foi dado, podemos conhecer quais são as sugestões sobre o que comer no jejum intermitente:

1. Aumente o consumo de água e bebidas saudáveis

A água é fundamental para todos os processos metabólicos, sendo necessária para auxiliar na redução de peso e gordura corporal. Recomenda-se uma ingestão de pelo menos 35 mL de água por quilo de peso para que se possa obter todos os benefícios deste método e também se possa ter um corpo mais saudável.

Quando o corpo está desidratado, podem aparecer sintomas de fadiga, dores de cabeça, cansaço, entre outros. Aumente a ingestão de água, chás sem açúcar ou café, que também pode auxiliar na ativação do metabolismo, promovendo um efeito termogênico.

2. Faça refeições equilibradas em nutrientes

Durante os períodos de alimentação após o jejum, é fundamental que o corpo receba refeições equilibradas em nutrientes para auxiliar no equilíbrio do metabolismo. Cada refeição deve ser composta por carboidratos saudáveis (incluindo alimentos ricos em fibras como o arroz integral ou a batata-doce), proteínas saudáveis (incluindo as carnes magras como alguns cortes de frango, cortes de boi ou peixe) e muitos vegetais (podendo incluir uma porção de feijão ou lentilha, além de uma variedade de legumes e verduras).

Leia também: Jejum Intermitente o que é

Os nutricionistas indicam que, além das fontes magras de proteínas, dos carboidratos e de muitos vegetais, as refeições do jejum intermitente devem ser compostas por gorduras essenciais (peixes, nozes e sementes), grãos integrais e frutas em abundância.

A refeição feita depois do jejum deve ser equilibrada e contar com alimentos reguladores – como verduras, legumes e frutas -, com alimentos energéticos – carboidratos, preferencialmente os que são ricos em fibras – e com alimentos construtores – as chamadas proteínas magras.

Leia também: Kifina reclame aqui

O jejum intermitente só traz efeitos positivos caso os alimentos ingeridos durante as refeições da janela de alimentação contenham um elevado valor nutricional.

Neste mesmo sentido, recomenda-se incluir proteínas com pouca gordura, legumes, verduras com casca, cereais integrais como arroz integral e tubérculos como inhame, cará e batata-doce nas refeições do jejum intermitente.

Leia também: Phytophen reclame aqui

3. Evite alimentos processados

Os alimentos escolhidos devem ser saudáveis, evitando-se ao máximo os alimentos processados como doces, salgados, biscoitos, alimentos congelados ou enlatados, reduzindo também o consumo de açúcar e sal na hora de temperar os alimentos. É importante também que se reduza o consumo de alimentos com muita gordura como molhos, manteiga, laticínios integrais, queijos processados, entre outros.

Indica-se evitar os cereais refinados como pão branco, arroz branco e massas, os doces e os alimentos muito industrializados nas refeições do jejum intermitente.

4. Abra espaço em suas refeições para:

Abacate: O abacate é rico em gorduras saudáveis e devido à sua quantidade mais elevada de calorias, ele pode reduzir a fome. Estudos mostram que acrescentar metade de um abacate nos intervalos pode manter o organismo sem fome por algumas horas seguidas;
Peixes: Os peixes são excelentes fontes de proteínas e também de gorduras saudáveis. Recomenda-se o consumo de peixe por pelo menos duas vezes na semana, ajudando tanto no aumento da saciedade quanto na quantidade de nutrientes importantes para a saúde;
Batata-doce: A batata-doce é uma das melhores opções para quem quer fazer o jejum intermitente, pois ela serve como fonte de fibras e de carboidratos saudáveis, auxiliando assim em relação à saciedade. Opte pela versão cozida ou assada;
Ovos: Os ovos são outra fonte proteínas, assim como os peixes. Além de conterem com ótimos níveis de proteína, os ovos são ricos em muitos nutrientes, auxiliando na manutenção da massa muscular e da energia durante o jejum;
Nozes e castanhas: As nozes e castanhas são ótimas opções de lanches, pois elas são ricas em calorias, em proteínas e também em fibras que podem contribuir muito para a saciedade;
Grãos integrais: Os grãos integrais também são ótimas fontes de carboidratos saudáveis e de fibras, podendo ser inseridos tanto nas refeições principais quanto nos lanches e intervalos. Estudos sugerem que consumir grãos integrais no lugar de grãos refinados pode ser benéfico em relação ao metabolismo;
Probióticos: Os probióticos são alimentos que podem ajudar na manutenção e no fortalecimento da flora intestinal. Durante o processo de jejum intermitente, podem ocorrer modificações no ritmo do intestino, como constipação e desconforto. Estes alimentos irão ajudar na melhoria da saúde do intestino e também no fortalecimento do sistema imunológico. Os iogurtes, o kefir e o leite fermentado são exemplos;
Vegetais crucíferos: Este grupo de alimentos inclui vegetais como brócolis, couve-flor e couve-de-bruxelas – todos ricos em fibras, um nutriente conhecido por sua habilidade de promover a saciedade para o corpo, o que é especialmente importante para quem vai ficar horas sem comer. Mas esse não é o único motivo para incluir os vegetais crucíferos nas refeições do jejum intermitente. Quando uma pessoa se alimenta irregularmente, é crucial consumir alimentos ricos em fibras para manter a regularidade intestinal e prevenir a desagradável prisão de ventre;
Morangos: Nutritivos, os morangos são uma excelente fonte de vitamina C. Uma pesquisa de 2015, conduzida por pesquisadores dos Estados Unidos e do Reino Unido, apontou que pessoas que seguiram uma alimentação rica em flavonoides – compostos que são encontrados nos morangos – registraram crescimentos menores no seu Índice de Massa Corporal (IMC), ao longo de um período de 14 anos, em comparação com aquelas pessoas que não consumiram esse tipo de fruta.
Cuidados, contraindicações e efeitos colaterais do jejum intermitente
Agora que já analisamos o que comer no jejum intermitente para melhores resultados, é fundamental que, antes de aderi-lo, o médico seja consultado para que você tenha certeza que realmente pode seguir o método, além de ser essencial contar com o acompanhamento do profissional durante todo o processo.

Leia também: o que e Jejum Intermitente

Por que isso é tão importante? Você ficará um belo período sem fornecer nutrientes e energia ao organismo, logo é necessário ouvir do médico quais precauções precisam ser tomadas para evitar que a sua saúde seja prejudicada.

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

O jejum intermitente faz mal quando não é feito com o devido acompanhamento de um profissional de saúde habilitado e/ou é mal executado porque pode provocar efeitos colaterais graves como desnutrição, desidratação, hipoglicemia (baixa nos níveis de açúcar no sangue), fraqueza muscular e dificuldades de concentração, principalmente nos casos em que o indivíduo fizer parte do grupo de pessoas para as quais o método é contraindicado.

Mas quem faz deste grupo? O jejum intermitente é contraindicado para as mulheres que estejam grávidas ou no período de amamentação, crianças, adolescentes e pessoas diagnosticadas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão.

Ao jejuar por bastante tempo, algumas pessoas podem enfrentar problemas como dor de cabeça, fadiga, ansiedade e irritação. O jejum intermitente também pode provocar um acúmulo de fatores que causam síndrome do intestino permeável, resistência à perda de peso e inflamação.

Alguns praticantes reclamam também de estarem excitados antes de ir dormir. Podem existir várias razões para o problema, sendo uma delas o fato de se comer um jantar rico em carboidratos, o que pode provocar quedas dos níveis de açúcar no sangue e perturbar o sono. Evitar carboidratos refinados e preferir os complexos como a batata doce (que favorecem a estabilidade das taxas de açúcar no sangue) na hora do jantar pode ajudar em relação ao problema.

Esse efeito de perda de sono é prejudicial porque acaba com a energia para o dia seguinte, além de interferir no controle do peso. O pouco sono já foi associado com o aumento do apetite, a elevação do desejo por doces e comidas gordurosas, a diminuição da vontade de comer alimentos saudáveis e o desencadeamento de comilança em excesso e do ganho de peso.

Conclusão
O jejum intermitente é considerado um estilo de vida, que reúne grupos e fãs ao redor do mundo na sua prática e difusão. Este método é realizado através da organização das refeições ao longo do dia de forma a se conseguir melhores resultados tanto em relação ao aproveitamento dos nutrientes quanto em relação à redução de gordura, podendo ter também impacto no ganho de massa muscular.

Porém, é importante que se saiba o que comer no jejum intermitente para melhores resultados e que se tenha um acompanhamento profissional para ter certeza de que realmente pode aderir ao método e saber quais cuidados deve tomar e que tipo de jejum intermitente deve escolher – isso tudo a fim de não correr o risco de prejudicar a própria saúde.

Leia mais https://www.mundoboaforma.com.br/o-que-comer-no-jejum-intermitente/#uG7rkmAGwT1T7BeH.99

Anejaculação (quando nada sai), muitas vezes é na cabeça

Na categoria “desordem sexual”, anejaculação não é popular. Ele é abandonado em fóruns especializados, eclipsado por conversas do estilo “como praticar a sodomia? “Ou os” dez …

Na categoria “desordem sexual”, anejaculação não é popular. Ele é abandonado em fóruns especializados, eclipsado por conversas do estilo “como praticar a sodomia? Ou as “Dez dicas para parar a ejaculação precoce”.

Então, uma definição clara é necessária. Para especialistas, anejaculação é a ausência de ejaculação fora do pênis em um homem que tenha excitação sexual.

Melhore sua vida sexual, conheça o estimulante sexual masculino Forteviron.

A anejaculação pode ser total (também por masturbação como durante a penetração) ou parcial, ocorrendo somente durante a penetração.

Ao contrário do que se pode pensar, não é necessariamente sinônimo de ausência de orgasmo – porque, sim, podemos ter orgasmos sem ejacular (falamos então de um orgasmo seco). No entanto, anejaculação e falta de orgasmo são frequentemente ligados.

A primeira vez, Yann “fez isso para fazer”

Yann sofreu desta desordem por cerca de dez anos. Ele teve seu primeiro relacionamento sexual aos 17 anos de idade. Infelizmente, a experiência não foi conclusiva:

“Eu fiz isso para fazer isso, nada mais. Eu realmente não gostei disso. Então, necessariamente, difícil de ejacular nessas condições. “

Nos anos seguintes, ele conquista as conquistas sem realmente apreciar a passagem ao ato. Ele usou a pornografia intensivamente por um tempo, o que poderia estar relacionado ao seu anejaculamento.

“Eu assisti vídeos uma vez por dia no mínimo. Quanto mais tempo passava, mais eles se tornavam inúteis. De repente, a realidade parecia insípida e a distância entre o que eu imaginava e o ato em si era muito forte. E eu não estou falando sobre a falta de sensação causada pela minha dose diária de masturbação. “

Yann viu o que os especialistas chamam de sexualidade do prisioneiro. O urologista Bernard Lobel explica:

“O homem se tranca em um prazer solitário porque é simples e permite a ejaculação. Geralmente é assim que os jovens entram na sexualidade, graças ao virtual. Isso os salva de confrontar um ao outro que é diferente. Pode haver uma ansiedade de desempenho que piora com o passar do tempo. Este tipo de sexualidade é uma espécie de salto para a frente. “

Além da pornografia, a anejaculação é frequentemente o resultado de certos traços psicológicos. Bernard Lobel observa três casos recorrentes em “anejaculadores”.

Homens que têm uma preocupação com a paternidade. Um casal quer ter um filho. O homem que não estará, sem saber, pronto para se tornar pai, portanto, será incapaz de completar o ato sexual. E sem espermatozóides, ter um filho, torna-se um pouco complicado …

Há também aqueles que estão muito no controle e ficam presos. Eles não querem se entregar completamente. Eles poderiam ser apelidados de Harpagon do sexo: eles consideram sua semente como sua fortuna.

Na mesma linha, alguns tipos de educação promovem anejaculação. As tensões excessivas que podem ser encontradas em certas famílias militares ou religiosas podem dar aos seres psicorrigidos que não serão capazes de se entregar completamente.

Essa observação é ainda mais verdadeira em uma família religiosa em que as noções de pecado e prazer estão intimamente associadas.

“Eu conversei muito com a minha namorada”

Finalmente, anejaculação pode ser explicada pela falta de confiança. Em si e no outro. Isso é o que Yann ainda estava vivendo recentemente:

“Eu tive dificuldade em confiar nos outros em geral, então meninas … Essa falta de segurança foi sentida na cumplicidade que eu poderia ter com meus diferentes parceiros. “

Uma cumplicidade que ele encontrou pouco a pouco com Carla há um ano. Com ela, sua maneira de pensar sobre a sexualidade em seu relacionamento mudou:

“O sexo é importante, claro, mas não é só isso. Eu conversei muito com a minha namorada. Nós aproveitamos o tempo para nos conhecermos. Ela me deu a confiança que senti falta. Então eu poderia falar com ele sobre o meu problema. Ela foi a primeira garota a quem eu confidenciei isso. Pornografia, estou quase desmamado. Isso me permite ter o desejo mais natural para ela agora. “

Remédios Naturais para Emagrecer

Os remédios naturais para emagrecer são a melhor opção de ajuda, pois não contém contra-indicações e ainda são benéficos para a saúde em geral.
Artigo publicado por Aline Silveira nas categorias: Produtos, Remédios
Infelizmente, não existem milagres para emagrecer. Entretanto, há alguns produtos que ajudam a queimar a gordura com mais rapidez, mas sabe-se que muitos remédios promovem inúmeros efeitos colaterais, que não compensam a perda de peso. Por isso, o melhor a fazer é ingerir remédios naturais para emagrecer que, aliados a uma boa alimentação e atividades físicas, podem te deixar com o corpo ideal.

Sendo assim, saiba quais são eles lendo esse artigo.

Caralluma
A Caralluma fimbriata é uma planta medicinal muito utilizada no tratamento da obesidade, pois diminui consideravelmente a compulsão alimentar. Por agir no metabolismo, bloqueia a produção de gorduras e ainda inibe a vontade de comer. Com isso, o organismo queima a gordura existe no corpo para usá-la como energia, o que faz o indivíduo emagrecer. Essa planta é encontrada na forma de cápsulas em farmácias de produtos naturais ou de manipulação. Os seus efeitos podem ser sentidos com a ingestão de 2 cápsulas por dia, sendo 1 antes do almoço e 1 antes do jantar, sempre com 1 hora de antecedência.

Leia também: Remédio caseiro para emagrecer funciona

Óleo de Coco
A gordura contida no óleo de coco faz com que o estômago se esvazie com mais lentidão, o que aumenta o tempo da sensação de saciedade. E essa gordura também é fonte de TCM, ou seja, Triglicerídeos de Cadeia Média, que é facilmente absorvida pelo organismo para a produção de energia.

O óleo de coco é encontrado sob forma de cápsulas ou líquido em lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação.

E tem mais: o óleo de coco é termogênico, substância que aumenta a temperatura corporal, fazendo com que a gordura seja queimada rapidamente. Ele ainda mantém a pele jovem por mais tempo e tem ação antibacteriana, antiviral, antifúngica e antiprotozoária. Com tantas vantagens, está na hora de substituir o seu óleo de cozinha pelo óleo de coco, não acha? Seja em alimentos quentes ou frios, ele será o seu remédio natural para emagrecer favorito.

Leia também: Phytophen funciona

Farinha de Berinjela
Por conter uma grande quantidade de fibras, a berinjela e um dos legumes mais recomendados contra o colesterol e a obesidade, pois retira toda a gordura do organismo. E mais, a farinha de berinjela é benéfica também para o coração, o intestino e para o pâncreas, diminuindo as chances de diabetes.

Para sentir os seus efeitos, inclua uma colher de sopa da farinha no prato do almoço e uma no do jantar.

Affinato
Esse remédio natural é à base de quitosana, ingrediente produzido com o esqueleto de crustáceos que impede a absorção da gordura dos alimentos ingeridos. Portanto, quando é aliado à uma dieta com poucas calorias e atividades físicas constantes, ajuda bastante na perda de peso. Porém, não deve ser utilizado por pessoas alérgicas a frutos do mar e por grávidas, anoréxicos e crianças.

Suas cápsulas devem ser ingeridas 2 horas antes do almoço.

Pholia Magra
Essa erva atua no sistema nervoso central, suprimindo o apetite. Além disso, tem ação termogênica, ajudando a queimar gorduras com mais facilidade. A Pholia magra também auxilia na desintoxicação por ser um diurético leve, que contribui na eliminação de líquidos e combate com eficácia a celulite.

Leia também: Kifina funciona

Ela pode ser encontrada em forma de cápsulas em farmácias de manipulação e de produtos naturais e deve ser ingerida 2 vezes ao dia, 1 antes do almoço e outra, antes do jantar.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Crossfit Emagrece? Benefícios e Dicas

A busca por uma vida saudável têm se tornado cada vez mais comum. Esse fator é resultado da dura tarefa de manter uma alimentação saudável em uma rotina atribulada. As pessoas estão refletindo mais sobre os padrões de vida que vivem e com isso estão objetivando uma melhor resistência para superarem as dificuldades diárias de forma positiva.

Atualmente é possível praticar uma grande variedade de exercícios físicos oferecidos pelas academias. A variedade é ampla e os períodos experimentais podem esclarecer se os benefícios são compatíveis aos seus objetivos ou não. As academias vêm investindo em atividades físicas de alta queima de gordura em aulas de tempo limitado. Fazer crossfit emagrece, por exemplo, e é uma atividade ideal para quem busca uma atividade física intensa e rápida para adaptar a uma rotina intensa.

O que é o Crossfit?
O Crossfit é um programa de treinamento que desafia o seu condicionamento físico e exige dedicação máxima do seu corpo. Os exercícios são funcionais e podem substituir os exercícios aeróbicos. As atividades devem ser acompanhadas por um treinador qualificado, para que reconheça as limitações e resistências físicas particulares.

O crossfit emagrece e auxilia na definição muscular, pois a execução de exercícios trabalha funcionalidades de toda parte do corpo, o que proporciona mais agilidade, flexibilidade, maior resistência e coordenação motora com a frequência e prática. O treinamento é muito utilizado por militares e forças táticas.

Queima intensa de calorias
A prática é indicada para quem busca perder peso. A alta queima de gordura é tentadora para quem quer conquistar o corpo dos sonhos. O Crossfit emagrece ainda mais com a evolução do condicionamento físico, pois o rendimento de exercícios pode ser ainda melhor. A aula tem duração média de 60 minutos, e se dedicar-se de forma intensa, poderá queimar até 1000 calorias durante esse tempo.

Quem pode praticar?
A atividade física pode ser aderida por todas as idades. As academias oferecem turmas em diversos horários e as turmas são formadas por no máximo 20 pessoas, para que os profissionais responsáveis possam atentar para cada rendimento individual. A prática pode ser adotada desde crianças até idosos, e os benefícios da saúde podem ser identificados no equilíbrio conquistado para o melhor funcionamento de seu organismo. Evidentemente que as turmas destinadas à terceira idade são destacadas com metodologias adaptadas ao rendimento máximo deles.

Frequência e prática
Com a prática do Crossfit, até o descanso é intenso. O programa indica que seja apenas 1 dia de descanso para 3 de atividade intensa. Em um cronograma semanal, há turmas mais avançadas que aplicam esse descanso nos 2 dias de fim de semana, assim exercitando-se os 5 dias restantes.

Exercícios aplicados no Crossfit
O Crossfit não possui um programa fixo. O que você fez hoje com certeza não será aplicado pelo menos nas próximas 4 aulas. O aprimoramento de força física e resistência de todos os membros proporciona equilíbrio e melhor autoconfiança. Ele conta com levantamento de pesos, abdominais, flexão de braços, saltos, agachamentos, corrida, exercícios de suspensão e você até pulará corda. Ele é rico em métodos divertidos e intensos, ideal para quem foge de exercícios monótonos. Não há treinos estereotipados.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Crossfit ou Musculação – Qual Escolher?
Spinning Emagrece? Calorias, Benefícios e Dicas
7 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Começar a Treinar Crossfit
5 Formas de Tornar o seu Exercício Mais Divertido
Resultados e benefícios
Os exercícios funcionais do Crossfit proporcionam um metabolismo mais ativo e aceleram a queima de gorduras. Por ele ser praticado em turmas, o espírito de equipe se torna um diferencial para as superações. A prática do Crossfit emagrece em pouco tempo, se conciliados com uma dieta saudável e nutritiva.

A seguir poderemos conhecer alguns dos inúmeros benefícios que você poderá adquirir caso tente praticar o Crossfit.

Melhor resistência cardiovascular
Diminuição de estresse
Aumento de resistência física
Auxilia na definição muscular
Aumento de massa magra
Redução de percentual de gordura
Metabolismo mais ativo
Evite lesões
É importante reconhecer o seu preparo para o rendimento de uma aula; não é por que o Crossfit emagrece bastante, que você irá se arriscar e comprometer a saúde de seu corpo para reduzir suas medidas. As aulas devem ser ministradas por profissionais de educação física, e você deve esclarecer todas as suas limitações.

Não tente buscar rendimentos incompatíveis com o seu condicionamento, cada aluno terá tolerâncias individuais a serem superadas, e será isso que motivará sua ida à próxima aula sem lesões e desconfortos. A superação é individual, respeite a si mesmo e não cobre além do que seu corpo pode oferecer.

Hidratação
Toda prática de exercício deve ser feita com muita ingestão de água. Como o Crossfit emagrece numa intensidade muito alta, não é diferente, sua queima de gorduras exige que você se mantenha hidratado para repor todo o líquido perdido em movimento. A ingestão de água deve ser feita antes, durante e depois, para que o seu metabolismo não se desequilibre, e assim seu corpo permanecerá queimando gordura durante todo o resto do dia.

Sem papo
Os praticantes do Crossfit não se exercitam conversando. Diferentemente da musculação, ou das outras aulas em que podemos conversar durante os intervalos para saber como os companheiros estão, no Crossfit não há esses intervalos. A intensidade é alta e contínua, todos devem estar focados e dispostos apenas a render de forma máxima.

Sem volume muscular
Já vimos que o Crossfit emagrece de forma bem eficaz para quem busca perder peso, mas se você busca ganho de massa muscular, o Crossfit não é indicado, pelo menos não a prática isolada. O levantamento de peso não proporciona grande ganho de massa magra, a intensidade reduz o seu percentual de gordura, mas se você busca ganhar músculos, deve-se tentar praticar musculação também.

Academias de Crossfit
Elas estão se espalhando por todas as cidades do Brasil. O Crossfit surgiu nos Estados Unidos, e assim como lá, aqui podemos encontrar diversas academias que oferecem exclusivamente o Crossfit. A prática está ganhando cada vez mais espaço, e podemos esperar que os investimentos no campo só irão aumentar.

Caso em sua cidade ainda não possua essas academias, busque em uma mais próxima e peça para vivenciar uma aula teste. É importante analisar se você se adaptará e se os profissionais são seguros ou não.

Exemplificação de treinos de Crossfit
Abaixo você poderá notar que o plano de aula não será o mesmo em 5 aulas consecutivas. A ideia é exigir o máximo dos membros superiores e inferiores, os exercícios podem se repetir, mas serão aplicados de formas distintas. Seu corpo se manterá em equilíbrio e condicionado com a variação de exercícios propostos. Os treinos exemplificados possuem grau de dificuldade baixo, pois são aplicados para iniciantes e podem ser executados inclusive em casa. As academias aprimoram esses exercícios para realizações mais elaboradas e com a utilização de carga de acordo com o condicionamento físico dos praticantes da atividade física.

Leia também: Exercícios para queimar calorias rápido

Veja abaixo:

TREINO 1 TREINO 2 TREINO 3 TREINO 4 TREINO 5
5 Flexões10 agachamentos
15 abdominais

Leia também: Phytophen é bom

200m de corrida (intensa)150 saltos (com corda)

15 flexões30 saltos
(com corda)

45 abdominais

25 agachamentos5 burpees
20 flexões

O máximo de burpees (em 7 minutos)400m de corrida (com intervalos de 2 minutos descanso)
Utilização de acessórios
A realização dos agachamentos e flexões conta com o auxilio de diversos acessórios para tornar as aulas de crossfit mais inovadoras e motivadoras. Os agachamentos normalmente são realizados com alteres e barras para exigir sempre mais resistência de seu corpo perante o plano de aula a ser realizado em 1 hora. Os exercícios são realizados em circuitos que devem ser finalizados em 10 minutos. As atividades desse circuito são realizadas com repetições que variam de 5 a 10 para cada uma. Recomenda-se que a realização das atividades seja feita sem intervalos. É importante não priorizar velocidade e carga, apenas aprimorar a técnica de realização dos movimentos.

Leia também: Kifina Anvisa

Agachamento

Flexões

Abdominais

O que são burpees

O nome pode causar estranhamento, assim como diversos movimentos específicos de atividades físicas.

Os burpees iniciam-se com os pés separados na largura dos ombros,
A seguir deve-se flexionar os joelhos, e então realizar o agachamento,
O qual é seguido pelo apoio das mãos sobre o chão,
E assim proporcionando a posição ideal para a realização de uma flexão de braços.
Para dar continuidade, deve-se flexionar os joelhos e aproximar as pernas do tronco.
Para finalizar, estique as pernas, levante,
E salte estendendo os braços para cima.
O movimento requer condicionamento físico e proporciona o fortalecimento de diversos grupos musculares. Abaixo você poderá analisar a sequencia de movimentos recomendada para a execução correta do burpees.

Dieta Nota 10 Como funciona a Dieta Nota 10?

A dieta conta com um sistema onde os alimentos recebem notas. As notas são equivalentes às calorias dos alimentos, porém divididas por 2. A dieta possui uma tabela (Tabela das Notas), onde você calcula o que come sem ultrapassar seu limite diário. Além das notas, cada item dessa tabela recebe estrelas que indicam o quanto o alimento pode ser bom para sua alimentação e quantas vezes ele pode aparecer em seu cardápio durante a semana. Veja na lista abaixo:

Seis estrelas:são aqueles que você pode comer todos os dias, como verduras, legumes e as frutas.

Leia também: Kifina Anvisa

Cinco estrelas:são os alimentos que devemos consumir de 5 a 6 vezes por semana, incluem nessa lista os alimentos ricos em fibras.

Leia também: Phytophen Anvisa

Quatro estrelas:são os alimentos que devemos consumir de 4 a 5 vezes por semana. Incluem-se nesse grupo as carnes, o leite e seus derivados.

Três estrelas:são os alimentos que devemos consumir de 3 a 4 vezes por semana. Nesse grupo incluem-se as sopas e também os produtos diet e light.

Duas estrelas:Incluem-se nesse grupo os alimentos que podem ser consumidos de 2 a 3 vezes por semana, como os doces e alimentos com alto nível de calorias.

Uma estrela:Alimentos que ganham apenas uma estrela devem ser consumidos no máximo uma vez por semana. Incluem-se nesse grupo os alimentos ricos em gorduras trans e saturadas e o açúcar refinado.

As notas diárias permitidas são recomendadas de acordo com a altura e sexo. Variando de 450 a 650 notas para mulheres e de 600 a 800 notas para os homens.

Leia também: Dietas de emergência

Lembrando que caso você pratique atividade física aproximadamente uma hora por dia, por no mínimo três vezes na semana, deve-se acrescentar em sua recomendação 50 notas.

Vantagens da Dieta Nota 10
A dieta possui como vantagem liberdade para criar seu cardápio de acordo com a tabela de notas. Não é uma dieta complicada de seguir, uma vez que, indica qual o melhor alimento para incluir no cardápio.

Desvantagens da Dieta Nota 10
A dieta não possui um programa de reeducação alimentar. Sua tabela de notas não possui diversidade de itens, tornando a dieta limitada e desestimulante.

Dieta Nota 10 x Dieta e Saúde
Aprenderei a me alimentar corretamente?

Dieta Nota 10: Embora na Dieta Nota 10 não ocorra a exclusão de grupos alimentares, ela também não estimula a reeducação alimentar, já que não indica como deve ser a alimentação diária. Você deve apenas respeitar o consumo semanal de cada item.

Dieta e Saúde: Com o Dieta e Saúde você aprende que consumir todos os tipos de alimentos é essencial para uma boa alimentação. Além disso, você aprende o valor desses alimentos na sua dieta e aprende a balancear as quantidades consumidas.

É fácil de seguir?

Dieta Nota 10: Não é uma dieta tão simples de seguir, afinal você terá que consultar cada alimento antes de ingeri-lo. A lista de alimentos também é bastante limitada, o que pode levar a monotonia da dieta. Não é fácil realizar a mesma alimentação sempre, não é mesmo?

Dieta e Saúde: Você aprende de forma mais fácil e natural a controlar sua alimentação, respeitando e adaptando a sua rotina. Sem mudanças radicais e proibições, o que garante um emagrecimento saudável e duradouro. Você reeduca de verdade sua alimentação porque consegue ver seus erros e seus acertos e esse aprendizado é a para a vida toda.

O que terei a minha disposição?

Dieta Nota 10: Como na maioria das dietas restritivas, para fazer a Dieta Nota 10, você conta com a lista de regras e restrições de cardápio. Você não tem ferramentas para te auxiliar no processo do emagrecimento e não consegue avaliar se está perdendo peso da maneira correta sem comprometer sua saúde.

Dieta e Saúde: Diversas ferramentas que irão auxiliar no seu processo de emagrecimento. Por exemplo, o Contador de Pontos, a Análise Nutricional, a Comunidade e o Suporte Nutricional, assim você acompanha se está emagrecendo do jeito certo, ou seja, com saúde!.

Farei a dieta sozinho?

Dieta Nota 10: Normalmente quando você faz uma dieta da moda, lê o cardápio e as regras e faz tudo sozinho o que torna mais difícil se manter firme, com a Dieta Nota 10 não é diferente.

Dieta e Saúde: Com o Dieta e Saúde você não está sozinho. Somos a maior Comunidade online de emagrecimento do país. Você compartilha experiências, dicas, dificuldades com outras pessoas que têm o mesmo objetivo que você, tornando o processo de emagrecimento motivador.

Quem irá me acompanhar?

Dieta Nota 10: A Dieta Nota 10 não disponibiliza o acompanhamento de profissionais para tirar suas dúvidas e oferecer orientação.

Dieta e Saúde: Nossa Dieta dos Pontos é feita por pessoas para pessoas. Você poderá contar com nosso suporte via chat ou e-mail com especialistas nas áreas de nutrição e atividade física.

O que vou comer?

Dieta Nota 10: Você poderá comer de tudo, desde que respeite a quantidade de notas que possui e também a frequência semanal do consumo daquele alimento.

Dieta e Saúde: Nada de dar adeus aos seus pratos preferidos! Com a Dieta dos Pontos do Dieta e Saude você é quem decide o que vai comer. Por meio dos pontos dos alimentos, você saberá fazer sempre as melhores escolhas.

LOÇÃO FIRMADORA

Fui enfeitiçada pelos poderes do quando vi um comercial num canal da TV aberta. Venhamos e convenhamos, quem não quer cochas e glúteos durinhos?! Se você está acompanhando o projeto “Be the change” sabe que por enquanto, friso, por enquanto, não posso fazer musculação, e quando vi num creme a possibilidade de qualquer resultado semelhante não pensei duas vezes e sai numa caçada, cujo objetivo era: encontrar a loção e ter uma pele mais firme.

Leia também: Skin renov reclame aqui

O QUE O PRODUTO PROMETE?
Você quer uma pele mais firme e hidratada todos os dias?

A nova fórmula da loção Q10 Plus agora contém o avançado “energy complex” enriquecido com coenzima Q10, creatina e L-Carnitina que juntos estimulam a renovação celular e transformam gordura em energia, ajudando a reduzir a gordura localizada*.

Leia também: Cremes firmadores

– Melhora visivelmente a firmeza da pele em apenas duas semanas.

– Hidrata intensamente e ajuda a prevenir a flacidez.

*Teste in vritro

O Q10 promete resultados após duas semanas de uso, é indicado para todos os tipos de pele e não deve ser usado no rosto.

O QUE ACHEI DO PRODUTO?
A loção possui uma textura leve, ou seja, é fácil de espalhar e o cheiro é muito gostoso. Todos os dias antes de dormir passava o produto nos glúteos e na cocha, locais onde me incomodo com a flacidez da pele. Mas ele também pode ser usado em outros partes do corpo como barriga e braços. Apesar da textura me incomodei com a absorção, acredito que principalmente por causa das temperaturas altas, senti a pele com aquele aspecto grudento, que me incomoda muito.

Eu, assim como outras blogueiras que testaram o produto, não notei qualquer diferença, nem que sutil, na firmeza da minha pele. Mas algo me surpreendeu e muito: o poder da hidratação. Eu nunca havia utilizado cremes para o corpo mas agora não consigo dormir sem usá-lo pois sinto minha pele macia e visivelmente mais bonita, muito mais bonita!

Vou concluir minha opinião citando a pessoa com mais discernimento que conheço, meu namorado:

Nenhum creme pode substituir uma alimentação saudável e uma rotina de treino. As mulheres se dividem em duas categorias: as que treinam pesado e oferecem todo mérito ao “creme que deixa a pele mais firme” e as que não treinam e realmente acham que um creme pode substituir alimentação correta e musculação.

Após essa experiência, notei o quanto estou desesperada por um corpo mais bonito, e isso me preocupou, por que é exatamente assim que mulheres que se sujeitam a injetar hidrogel no corpo e tantas outras intervenções malucas, se sentem. Devemos abandonar a ideia de que ter um corpo bonito não exige esforço, infelizmente ou felizmente teremos que deixar de lado a pizza do final de semana e suar muito a camisa para alcançar o tão sonhado “corpo perfeito”.

O que fazer em caso de ereção suave? Possíveis causas e tratamentos

Uma ereção macia, que também pode ser chamada de disfunção erétil, impedirá que você mantenha sua ereção por tempo suficiente para fazer sexo. Em alguns casos, mais sério, você não será capaz de se curvar o suficiente para penetrar em seu parceiro.

Se esta situação pode parecer catastrófica e ser muito incapacitante em sua vida sexual, não entre em pânico! De fato, pode ser um problema temporário. Deve, na verdade, esperar pelo menos 3 meses de problemas recorrentes para consultar um especialista. Mas mesmo se se arrastar, há muitas soluções que lhe permitirão remediar sua ereção suave.

Para começar, você precisa determinar a causa de sua disfunção erétil. Os tratamentos que serão oferecidos a você dependerão de sua origem. Para mim, a descoberta da Testo Ultra fez a diferença. Mas para você pode ser diferente. Isto é o que vamos explicar neste guia abrangente que irá ajudá-lo a encontrar a melhor solução para você. Mas quem especialmente deve ajudá-lo a jogar para encontrar uma sexualidade mais gratificante.

Eu tenho uma ereção macia: o que isso significa?

Quando você enfaixa, seu sexo se tornará rígido porque ficará cheio de sangue. Para isso, deve ser estimulado para que os músculos em sua base possam relaxar e acomodar o fluxo sanguíneo no corpo cavernoso do pênis. Isso é comumente conhecido como ereção.

No entanto, vários elementos ( psicológicos, mas também físicos ) podem parar a máquina. E causa uma ereção suave. Isso quer dizer que você terá dificuldades, ver ser incapaz de obter ou manter uma ereção suficiente para poder penetrar em seu parceiro. No entanto, isso não significa que você não será capaz de sentir prazer. Nem mesmo desfrutar e ejacular.

Tenha cuidado também para fazer a diferença entre uma desordem de passageiro (você está cansado, bebeu demais ou está momentaneamente estressado) e uma situação duradoura. Como vimos acima, falamos sobre disfunção erétil apenas se eles forem repetidos para cada um dos seus relatórios. E isso dura mais de três meses.

Não deve ser confundido com

Você acha que tem uma ereção suave. Tenha cuidado para fazer a diferença com outros distúrbios de ereção. E em particular:

  • Priapismo : Neste caso, você conseguirá endurecer, mas sua ereção será dolorosa. Também pode acontecer sem você ser sexualmente estimulado. E durar várias horas sem que você possa ejacular.
  • ejaculação prematura : esta doença é a ejacular rapidamente após o início da relação sexual. Em alguns casos, ocorrerá mesmo antes do início do relatório.

Quais podem ser as causas da sua ereção suave?

Para ter uma ereção que possa ser considerada “normal”, você deve estar com boa saúde. Ao mesmo tempo, no nível psicológico e físico. E especialmente para não sofrer de possíveis distúrbios nervosos, hormonais, musculares ou circulatórios.

Você também deve saber que o risco de ter uma ereção macia aumenta com a idade . Em qualquer caso, eles são muito mais comuns quando você tem mais de 50 anos. E mais da metade dos homens com disfunção erétil passaram desta idade. Preste também atenção aos fatores agravantes do consumo de tabaco e álcool. Mas também problemas de peso.

Para entender a causa de uma ereção suave, é preciso também compreender os vários parâmetros externos que a precedem. Sua ereção depende de:

  • sua excitação sexual e, portanto, sua libido e sua saúde hormonal;
  • desejo : que é transmitido do seu cérebro para o seu sexo através do sistema nervoso;
  • a chegada de sangue ao seu sexo : o que depende da sua circulação sanguínea.

Causas psicológicas da disfunção erétil

Sua ereção suave pode ter uma explicação muito simples. De fato, se você é bem jovem e tem ereções normais pela manhã ou quando se masturba, mas se mata com seu parceiro, o problema na maioria das vezes vem do seu estado mental.

Você pode ser muito tímido ou ansioso para fazer algo errado com seu parceiro. Neste caso, você pode ser animado durante as preliminares, mas não consegue agir porque a falta de ereção é suficiente rígida.

Neste caso, sua disfunção erétil pode ser ainda mais problemática, pois causará um ciclo vicioso . Complexo com a ideia de não se dobrar com força suficiente, você ficará ainda mais estressado antes de um relatório. A ansiedade de desempenho é uma das principais causas da disfunção erétil e pode afetar tanto pessoas mais jovens quanto adultos com longos períodos de celibato, por exemplo.

A situação dentro do seu casal também pode explicar uma ereção suave. Rotina, conflito sentimental ou falta de comunicação podem levar a relações sexuais menos frequentes, preliminares mais curtas e, portanto, bloquear a ereção.

Finalmente, o estresse no trabalho ou após um evento traumático pode ser a causa de sua disfunção erétil. Mesmo se você sofre de depressão.

Conheça o estimulante sexual masculino chamado Tauron.

CONSELHOS PRÁTICOS PARA A SEXUALIDADE DA DOR LOMBAR

Pesquisadores canadenses têm se interessado pelos movimentos normalmente realizados durante a relação sexual. Suas descobertas podem ajudar pessoas com dores nas costas.

A dor lombar é conhecida por ser uma condição crônica generalizada. Também sabemos o quanto a sexualidade ativa pode ocupar um lugar importante na vida de grande parte da população. No entanto, cerca de quatro em cada cinco pessoas sofrem pelo menos uma vez na vida de um episódio de dor lombar. E uma proporção igual de homens e mulheres relatou uma diminuição significativa na frequência de relações sexuais durante esses episódios frequentemente muito incapacitantes.

Ficar solteiro

Até agora, não havia trabalho de pesquisa combinando esses dois tópicos. Agora é feito com uma publicação original na revista Spine . O trabalho foi conduzido pelo Dr. Stuart M. McGill (Laboratório de Biomecânica da Coluna, Departamento de Cinesiologia, Universidade de Waterloo, Waterloo, Ontário, Canadá).

“Qualquer médico de família lhe dirá que os casais freqüentemente perguntam como administrar a dor nas costas durante e depois do sexo. Muitos pacientes permanecerão solteiros, porque uma única noite de amor pode levar a meses de agonia, comenta a Professora McGill, não sem humor. Até agora, os médicos não tinham base científica para suas recomendações “. Os autores também explicam que a maioria dos pacientes com dor nas costas relatam sentir dor intensa durante o orgasmo e que “a ponto de preferir evitar todas as relações sexuais com o parceiro”.

O estudo de McGill foi conduzido usando uma combinação de técnicas de captura de movimento de onda infravermelha e eletromagnética. Os autores foram capazes de analisar a dinâmica vertebral dos dois membros de dez casais quando assumem cinco posições sexuais consideradas geralmente as mais comuns. Este trabalho finalmente permitiu definir algumas diretrizes para recomendar as posições sexuais que causam menos dor em pessoas com dor lombar. Mas cuidado: essas diretrizes não se aplicam a pessoas com outros tipos de dor!

Posições recomendadas / não recomendadas

“Primeira surpresa, comentou o diário francês Le Figaro , de fazer amor sem ter dor nas costas, o ideal não é necessariamente deitar-se no flanco um atrás do outro. É até mesmo evitar quando o homem é bastante intolerante à flexão (dor nas costas inclinada para a frente). Esta posição, conhecida como “colheres de chá”, é aquela que os médicos geralmente recomendam aos amantes quando um deles sofre de dor lombar crônica, isto é, de uma dor nas costas persistente, que é o caso de um francês em seis “.

Além da posição das “colheres”, o estudo enfoca as duas variantes do missionário (ambas com a mulher abaixo) e duas variantes da posição chamada “galgo”. Para homens intolerantes à flexão, recomenda-se o cãozinho. No entanto, é o oposto para os homens intolerantes à extensão.

Mais surpreendente, em “missionário”, a posição das pernas do parceiro desempenha um papel importante. Se eles são alongados, não há problema para relatar, mas se eles são flexionados, as tensões aumentam na coluna de homens intolerantes à flexão.

Finalmente, as mulheres que são intolerantes à flexão terão o cuidado de não adotar a posição de “missionário”, “se suas pernas estão esticadas ou não”. Por outro lado, posições em “colheres de chá” ou “galgos” não representam um problema.

Um último conselho: os autores sugerem que os pacientes com lombalgia devem fazer movimentos mais amplos “evitando a inclinação pélvica da frente para trás”, o que estimula fortemente a coluna lombar. Conselhos adicionais: os movimentos da pélvis podem ser ainda mais reduzidos se for o parceiro que os realiza.

Leia mais sobre o estimulante sexual masculino chamado Big size.

EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL: CONHEÇA 5 DICAS PARA EMAGRECER COM SAÚDE

EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL: CONHEÇA 5 DICAS PARA EMAGRECER COM SAÚDE

Emagrecer com saúde não é mais um desafio impossível.

Nos dias atuais, é cada vez mais fácil emagrecer de forma saudável.

Uma boa alimentação associado a prática de exercícios físicos constantes fazem toda diferença para chegar a uma rotina saudável.

Porém, algumas pessoas são radicais, chegando a fazer dietas por conta própria comprometendo assim sua saúde.

Emagrecer com saúde pode ser algo muito prazeroso e um grande passo em busca de uma melhor qualidade de vida.

Pensando assim, separamos 5 dicas essenciais que podem fazer a diferença pra quem quer emagrecer com saúde.

As consequências do excesso de peso.
Para emagrecer com saúde é muito importante saber que tipo de corpo e o que cada um precisa comer para manter – se saudável.

Uma alimentação à base de gordura e muito açúcar trazem como consequência doenças sem cura como hipertensão e diabetes.

Essas duas doenças sérias são apenas algumas das possíveis consequências do excesso de peso.

A obesidade nos dias de hoje também é considerada uma doença.

De acordo com Ministério da saúde, a obesidade é uma doença crônica e incurável.

Como a gordura precisa ser estocada no organismo, toda pessoa com excesso de peso tem aumento do número de células adiposas (obesidade hiperplásica) ou um aumento do peso das células adiposas (obesidade hipertrófica) ou uma combinação das duas coisas.

O número de jovens que vêm sofrendo danos a saúde por conta do excesso de peso no Brasil vem crescendo a cada ano.

Crianças e adolescentes estão cada vez mais comendo pior e de forma desenfreada.

Por conta disso, acabam se frustrando por não conseguirem emagrecer com saúde e esse problema só cresce.

É cada vez mais importante que a educação alimentar começa em casa.

Se uma criança é estimulada a ingerir alimentos saudáveis como frutas e legumes a tendência é que ela cresça e tenha consciência de que comer bem não significa comer muito.

É importante saber o excesso de peso pode ter outros motivos.

Nos casos em que existe algum problema de saúde, como gastrite, asma, osteoporose, ou mesmo apenas uma limitação de mobilidade, a orientação e conselho dos médicos, para conciliar a dieta com o uso de medicamentos e com a devida adaptação à doença, é fundamental para que seja possível emagrecer melhorando a qualidade de vida, e não o contrário.

Em casos onde mesmo seguindo uma alimentação adequada e praticando exercícios, emagrecer com saúde ainda parece difícil pode ser importante consultar um endocrinologista.

O médico endocrinologista vai analisar se a glândula tireoide está funcionando como deveria.

Além disso, um nutricionista, ou médico nutrólogo, pode ser consultado para estabelecer regras de regime alimentar personalizadas e, assim, ficar mais simples de cumprir.

Comer bem e emagrecer com saúde.
Muitas pessoas acreditam na idéia de uma dieta milagrosa.

O fato é que essas dietas que prometem emagrecer com saúde em pouco tempo pode causar danos irreversíveis.

Seguindo algumas dicas simples é possível emagrecer com saúde e sentir – se bem com o corpo.

Leia também: comprar Phytophen

Nosso corpo tem que aprender qual a hora de dormir, acordar e comer.

Isso fará com ele funcione melhor, e evitará a fome frequente e as idas noturnas à geladeira, que são as que mais engordam.

Além disso, descansar pelo menos 7 horas por noite dá ânimo para cumprir os compromissos, fazer mais exercícios e resistir às tentações.

Um dica importante é comer de 3 em 3 horas alimentos mais leves como frutas e iogurtes, castanhas e cereais.

Fazer pequenas refeições a cada 3 horas pode parecer exagerado, mas é certo que a fome não aparece.

Dessa forma, as porções de comida, aos poucos, vai diminuindo e o peso também.

Os melhores lanches são: 1 fruta + 5 bolachas sem recheio ou 1 iogurte desnatado + 1 pão integral com manteiga sem gordura.

Mesmo em pequenas quantidades durante o dia, as frutas e legumes fornecem muitas fibras e vitaminas e, por isso, é fonte de saúde e ajuda a emagrecer e perder barriga

Ficar sem comer faz com seu corpo economize calorias, gastando menos do que deveria e transformando todo alimento extra em estoque de gordura.

Preferir alimentos com baixo índice glicêmico ajuda a não ficar com fome entre as principais refeições do dia.

Outra dica muito importante é beber muito líquido entre as refeições.

Essa prática ajuda a diminuir a fome e a retenção de líquido.

Bebendo muito líquido, mais urina nosso corpo produz, e com a sua eliminação também saem as toxinas que prejudicam o emagrecimento.

A dica é beber líquidos preferencialmente até meia hora antes e depois das refeições.

A quantidade de água recomendada necessária varia entre 1,5 e 2 litros por dia.

Líquidos como: água, água de coco, sucos naturais sem açúcar, chás sem açúcar são os que mais demoram no corpo e mais hidratam oferecendo uma sensação de saciedade.

Já os refrigerantes, sucos de caixinha, achocolatados e bebidas alcoólicas além de alto índice calórico saem mais rápidos do corpo e ajudam no ganho de peso.

Emagrecer com saúde praticando exercícios.
Manter uma alimentação é essencial para emagrecer com saúde.

Mas a prática diária de exercícios físicos também auxilia para se atingir uma vida saudável por completo.

O tipo do exercício não é o mais importante, mas sim aproveitar todas as chances para queimar calorias sempre que possível.

Encontrar uma atividade que se encaixe com o que se gosta é essencial.

Dança, natação, academia ou uma simples caminhada, o importante é se movimentar.

O recomendado é que se pratique uma atividade pelo menos 3 vezes por semana no horário que vai de acordo com a sua rotina.

Para aumentar o gasto de energia,podem ser feitas caminhadas de pelo menos 30 min, 3 vezes por semana, pois esse é um dos melhores exercício físicos para perder peso.

Emagrecer com saúde sem o uso de medicamentos.
Nos dias de hoje é comum nos depararmos com medicamentos que prometem redução de peso com rapidez.

Esse tipo de medicamento muitas vezes tem venda proibida e trazem sérios danos à saúde.

Comprimidos, cápsulas, shakes, e uma enorme variedade de produtos prometem milagres.

Infelizmente, em busca do “corpo perfeito’ muitas pessoas acabam ingerindo esse tipo de medicamento sem receita ou orientação médica e no futuro sofrem as consequências.

Alguns medicamentos inibem a fome, levando a pessoa a comer menos do que o corpo necessita.

O fato é que, ingerindo esse tipo de medicação faz com que a redução de peso aconteça, porém deixa a saúde comprometida.

Fraqueza, queda de cabelo, e falta das principais vitaminas que o corpo precisa são apenas uns dos fatores agravantes.

Após perder o peso desejado e interromper o uso desse tipo de medicação o que acontece na maioria dos casos é a recuperação de todo peso perdido.

Existem três classes de remédios para emagrecer.

A primeira classe é formada pelos inibidores de apetite, que fazem com que se sinta menos fome e passe longas horas sem comer.

A segunda ajuda a estimular a saciedade, diminuindo a vontade de comer doces e carboidratos.

A terceira classe consiste em remédios que impedem que o organismo absorva a gordura consumida.

Essas três classes de remédios auxiliam no emagrecimento, pois além de diminuir o apetite, ajudam a acelerar a queima de gorduras.

remédios para perder peso é recomendado apenas em casos de obesidade.

Além disso o uso abusivo de medicamentos para emagrecer pode causar diversos efeitos colaterais como problemas de sono, diminuição da libido, boca seca, nervosismo, ansiedade, doenças cardíacas, desconcentração, agressividade e crises de pânico.

Portanto, para um emagrecimento saudável, uma reeducação alimentar é essencial.

Emagrecer com saúde e desafio de manter o peso.
Sabendo que é possível emagrecer com saúde não é segredo que também é possível manter o novo peso.

Continuando com hábitos saudáveis, reeducação alimentar, dedicação e algumas atitudes básicas, é possível não adquirir novamente os quilinhos eliminados durante o processo de emagrecimento.

Um dos pontos principais de uma reeducação alimentar é justamente mudar os hábitos com o objetivo de tornar sua vida mais saudável, substituindo de uma vez aqueles que fazem mal à saúde por ações que contribuem com o bem-estar e bom funcionamento do organismo.

Sendo assim, continue a se alimentar de frutas, vegetais, grãos integrais e ingredientes com baixa quantidade de gordura e evite gorduras trans e saturadas e comidas com alto teor de açúcar.

Leia também: Kifina funciona

Mantenha uma dieta alimentar com baixa quantidade de calorias.

A maioria das pessoas que conseguem manter-se mais magras continuam a comer menos calorias do que costumavam ingerir quando estavam com os quilinhos a mais.

É fundamental conferir o peso pelo menos uma vez em cada semana e verificar se tudo continua conforme o planejado.

Assim, se houver um aumento, por menor que seja, o indivíduo terá tempo para ficar alerta e tentar correr atrás do prejuízo.

É uma ótima maneira de não cair na tentação de comer qualquer bobagem somente para matar a fome.

Fazer um cardápio semanal com todas as suas refeições e inclua alimentos com baixo teor de gordura e carboidratos no cardápio.

Depois de certo tempo de ter conseguido perder o peso e perceber que conseguiu manter a uma alimentação saudável e não voltar à vida sedentária, dê um prêmio a si mesmo e de vez em quando coma um doce ou guloseima que você tanto sente falta.

Leia também: Comprimido para emagrecer funciona?

Mas atenção, é preciso tomar cuidado para que isso não volte a se tornar um hábito, apenas que seja algo passageiro, como um sinal de que você consegue manter o peso ideal sem se privar de suas comidas preferidas e nem perder o controle quando for consumi-las.

Agora que você já conhece mais algumas dicas de emagrecer com saúde pode dar seu primeiro passo para uma vida mais saudável.

Sempre estando atento aos excessos e se preciso procurar ajuda de um especialista que pode orientar melhor.

Assim você poderá aproveitar melhor e usufruir de uma vida longa e saudável.

10 maneiras de perder peso sem precisar de uma dieta

10 maneiras de perder peso sem precisar de uma dieta

Acredite: alguns hábitos simples podem ser tão eficazes para a saúde e controle do peso quanto a restrição de calorias.
By Luiza Belloni

GETTY IMAGES/SCIENCE PHOTO LIBRARY RF
Tomar café da manhã te ajuda a controlar o impulso de comer gordura e açúcar ao longo do dia.
Cada vez mais nutricionistas, endocrinologistas e demais especialistas na área da saúde afirmam que dietas restritivas, aquelas que restringem muitas calorias,não são eficazes.

Apesar de cumprirem o prometido (vide as famosas manchetes “Emagreça 5kgs em uma semana!”), os efeitos colaterais logo aparecem: 95% das pessoas que se submetem a dietas restritivas voltam ao peso inicial, ou engordam mais, e ainda perdem massa muscular.

Leia também: Kifina anvisa

Não ser fã de dietas não quer dizer que você não possa ter uma vida saudável e controlar o peso. Na verdade, existem diversas maneiras de conseguir isso seguindo algumas dicas simples — que não têm nada a ver com dietas. O site britânico The Independent conversou com o médico e nutricionista Jason Ewoldt, da Mayo Clinic, e formulou algumas dicas, baseada em diversos estudos publicados ao longo dos últimos anos.

Veja abaixo algumas maneiras de perder peso (com saúde) sem precisar de uma dieta:

Se hidrate regularmente

RUSLANDASHINSKY VIA GETTY IMAGES
Além de deixar a pele mais macia, prevenir dores de cabeça, fadiga, entre outros benefícios, tomar água regularmente pode te ajudar a comer sem necessidade.

De acordo com o nutricionista Jason Ewoldt, da Mayo Clinic, muitas pessoas confundem a sede com a fome.

Um estudo com mais de 10 mil adultos nos Estados Unidos mostrou que se manter hidratado bebendo água e comendo vegetais e frutas ricas em água aumenta a saciedade e ajuda a controlar o peso.

Prefira comidas naturais. Nunca com adoçantes artificiais
Por décadas, a regra básica de começar a dieta é trocar todas bebidas e comidas — como leite, açúcar, iogurte, sucos, etc — por suas versões lights e diets, com adoçantes sintéticos, como o aspartame ou a sucralose.

Porém, cada vez mais estudos relacionam adoçantes sintéticos a riscos maiores de uma pessoa desenvolver obesidade e diabetes tipo 2. Pesquisadores acreditam que o adoçante sintético pode “bagunçar” como nosso corpo processa a gordura, e interferem na capacidade do nosso corpo regular o açúcar no sangue, causando mudanças metabólicas que levariam às doenças

Leia também: emagrecer rápido

Durma entre 7 e 8 horas por noite

TOOGA
Nem sempre temos tanto tempo para nosso sono diário, mas uma boa noite de sono é essencial para nossa saúde.

Leia também: comprar Phytophen

Poucas horas de sono nos faz comer mais, e não só isso: nos faz comer pior.

Isso porque quando somos privados de sono, tendemos a buscar comidas com mais calorias e com mais gordura. Além disso, a sonolência atrapalha a região do nosso cérebro que nos avisa quando estamos satisfeitos.

Não pule refeições
Você é daqueles que pula o café da manhã para dormir 20 minutinhos a mais ou que come qualquer salgado no almoço? Saiba que você está piorando seu metabolismo.

Estudos mostram que quem toma café da manhã tem menos chances de aumentar a circunferência abdominal. Em um ano, pular esta refeição pode te fazer engordar cerca de oito quilos. Não é preciso caprichar demais na fartura, mas comer algo pela manhã te ajuda a controlar o impulso de comer alimentos gordurosos e açucarados ao longo do dia.

“Quando estamos com fome, vamos escolher a comida mais rápida e prática que estiver ao alcance”, disse o médico Jason Ewoldt, da clínica Mayo, ao The Independent, acrescentando que as chances de recorrer a salgadinhos, fast-food e doces são maiores.

Coma um lanche saudável entre as refeições

SYNERGEE VIA GETTY IMAGES
Se você sente muita fome no almoço e no jantar, faça pequenos lanches saudáveis no meio da manhã ou à tarde. Isso ajuda a você não perder o controle na refeição e acabar comendo mais do que deveria.

Vale lembrar que snacks saudáveis são nozes, frutas, iogurtes integrais naturais, entre outros.

Planeje sua refeição e cozinhe antes de estar com muita fome
Como dissemos anteriormente, nossas decisões podem tender a comidas nada saudáveis quando estamos com fome. Fazer um almoço ou jantar saudável requer planejamento, de acordo com Ewoldt.

Coma mais nozes

WESLEY MARTINEZ DA COSTA / EYEEM VIA GETTY IMAGES
Nozes são ótimas fontes de gorduras boas e ainda são fontes de proteína. Um estudo publicado pela Universidade de Harvard revelou que pessoas que comem diariamente um punhado de nozes diversas tinham um risco reduzido de desenvolver doenças do coração. Comer nozes também ajuda a diminuir o nível do colesterol ruim (LDL) no sangue.

Se exercite de manhã
Estudos mostram que pessoas que se exercitam pela manhã em jejum conseguem queimar 20% mais gordura corporal durante a atividade do que aquelas que escolhem outro horário e comem antes de se exercitarem. E, por incrível que pareça, se exercitar com estômago vazio não aumenta o apetite.

Mas, exercícios em jejum podem não ser indicados para todo mundo. Se este é o seu caso, faça um lanche leve ao menos 30 minutos antes da atividade. O que importa é se sentir disposto para o exercício.

Veja aqui o que comer antes e depois do exercício físico.

Coma mais frutas

CLAUDIA TOTIR VIA GETTY IMAGES
Frutas são uma ótima alternativa para um lanche da tarde, pois elas são naturais, contêm vitaminas e minerais e ainda são ricas em fibras, componente fundamental para o bom funcionamento do intestino. A fibra também prolonga a sensação de saciedade. Se preferir, adicione aveia (fonte de fibras) e um iogurte natural (fonte de cálcio e proteína).

Coma o que goste, com moderação

TARA MOORE
Se tem uma coisa que todo profissional de saúde e nutrição concorda é que se privar de suas comidas favoritas por muito tempo é insustentável. E é por isso que dietas restritivas não funcionam. Elas aumentam a ansiedade e nos torna compulsivos por comida.

Então, se você gosta bastante do chocolate, do hambúrguer de fast-food, da batata frita, não pare de comer. Apenas modere as porções e a frequência.